• Bruno C Ornelas Deles

    03 Jun, 2020

    Carta aberta aos leitore do Gazeta O Populismo,Nossa Bíblia Na década de 80, Caetano nos indagava em ´´Podres Poderes`` que ate quando a América precisará de ridículos tiranos. ´´Será que esta minha estupida retorica terá que soar, terá que se ouvir por mais zil anos``. Caro poeta de Santo Amaro, a estupidez e o despotismo estão em cartaz, protagonizando cenas patéticas, anacrônicas e sob a égide de um pseudoconservadorismo.O Bolsonarismo recrudesceu não o segmento conservador da sociedade,mas sim o obscurantismo e as ideias pre-iluministas .A razão como elemento de autoridade e legitimidade, a liberdade, a tolerância, a separação Igreja-Estado, a ausência desses princípios nos posiciona na Idade Media.A vestimenta da nova politica e do respeito aos valores cristãos é uma farsa com inúmeras replicas na historia. O chavismo, tal como o Bolsonarismo,fez uso desse instrumento na manipulação dos vulneráveis e na usurpação do Estado. Armar milícias,desacreditar a imprensa e as instituições democráticas, um modelo politico que esta sendo gestado no Planalto, mas que na verdade é um plagio das diretrizes Chavistas. Em 1999, o atual Presidente disse que a Venezuela de Chavez era uma das esperanças da America latina.Hoje reproduz um copia cretina desse movimento que tragou nossos vizinhos para o caos.O desfecho do Brasil esta condicionado a nosso grau de emancipação e de civilidade. Resistir no contraditório ao medievalismo e ao populismo vigente, desnudando suas faces ardilosas e incultas. Eis as armas.Despeço-me com as correntezas de Tom´´ O barro ficou marcado aonde a boiada passou Depois da chuva passada Céu azul se apresentou`` Bruno C Ornelas Deles

  • Cemig Distribuição

    29 May, 2020

    Pipas prejudicaram mais de 500 mil clientes da Cemig em 2019 Brincadeira deve ser feita bem longe da rede elétrica e sem linhas cortantes Apesar do isolamento social causado pelo coronavírus, a brincadeira de soltar pipa continua entretendo crianças e jovens, mas é preciso muita cautela para não causar acidentes com a rede elétrica. Neste período do ano, essa prática costuma ganhar mais força em função da característica do período, onde os ventos são mais fortes. Contudo, apesar de parecerem inofensivas, elas podem causar acidentes e desligamentos acidentais na rede elétrica e também acidentes fatais com quem as soltam. Somente em 2019, incidentes com pipas causaram 1.771 ocorrências, que prejudicaram cerca de 504 mil clientes da Cemig. No ano passado, na região Norte, foram 121 ocorrências com pipas na rede, que provocaram desligamentos de energia para 58.328 clientes e somente no primeiro trimestre deste ano, foram 17 ocorrências, que deixaram quase 2 mil clientes da Cemig sem energia. O principal causador de ocorrências no sistema elétrico é o cerol, uma mistura cortante feita com cola, vidro e restos de materiais condutores que pode cortar os cabos da rede elétrica e causar acidentes com a população. Além disso, muitos curtos circuitos são provocados pela tentativa de retirada de papagaios presos aos cabos. De acordo com João José Magalhães, gerente de Saúde e Segurança do Trabalho da Cemig, os pais e as crianças devem ficar atentos a alguns procedimentos que devem ser adotados para que não haja risco à segurança nem ocorram interrupções no fornecimento de energia. “Para brincar com segurança, as pipas devem ser soltas em locais abertos e afastados da rede elétrica, ou seja, nunca em áreas urbanas. Também é preciso evitar o uso de fios metálicos ou cerol e, caso a pipa fique presa nos fios dos postes, elas não podem ser resgatadas, porque acidentes nestas condições podem ser fatais* , orienta. Outro grande causador de ocorrências e que vem se popularizando nos últimos anos é a linha chilena. João José Magalhães destaca que esse produto industrializado, que é produzido com materiais mais abrasivos que o cerol, nunca deve ser utilizado porque pode cortar a mão de que solta, cortar os cabos da rede elétrica ou causar mutilação em motociclistas. “Esse tipo de linha é muito mais cortante do que o cerol comum, e infelizmente é possível adquirir este material de origem estrangeira pelo mercado paralelo e até pela internet, o que contraria a legislação ”, destaca o gerente da Cemig. Vale ressaltar que a lei estadual 14.349/2002 proíbe o uso de cerol ou de qualquer outro tipo de material cortante nas linhas de pipas, de papagaios, de pandorgas e de semelhantes artefatos lúdicos, para recreação ou com finalidade publicitária, em todo o território do Estado de Minas Gerais. Quem for flagrado usando cerol ou linha cortante está sujeito ao pagamento de multa, que varia de R$ 100 a R$ 1,5 mil, podendo ser agravada. Isolamento social Em função da pandemia do novo coronavírus, João José Magalhães destaca que os pais devem supervisionar as crianças e jovens na brincadeira. “É fundamental que sejam escolhidos locais descampados, longe da rede elétrica e, principalmente, evite aglomerações. A brincadeira é sadia, mas precisamos ter ainda mais cuidado em um momento em que todo o mundo está alerta em função do coronavírus”, destaca.

  • Afonso Cláudio

    23 May, 2020

    Pandemia do coronavírus - Comparação dos aumentos percentuais de 14, entre os 15 primeiros países da classificação internacional, em ordem decrescente, referentes às mortes por coronavírus até 16/5/2020 e até 23/5/2020 (9h20m). 1º Brasil 42,05% (passou de 14.817 para 21.048 mortes) 2º Peru 35,61% (de 2.392 para 3.244) 3º Rússia 33,54% (de 2.537 para 3.388) 4º India 30,19% (de 2.752 para 3.583) 5º Canadá 12,37% (de 5.562 para 6.250) 6º Estados Unidos 9,59% (de 87.568 para 95.972) 7º Reino Unido 7,04% (de 33.998 para 36.393) 8º Turquia 5,45% (de 4.055 para 4.276) 9º Iran 5,23% (de 6.937 para 7.300) 10º Espanha 3,86% (de 27.563 para 28.628) 11º Alemanha 3,71% (de 7.881 para 8.174) 12º Itália 3,18% (de 31.610 para 32.616) 13º França 2,76% (de 27.529 para 28.289) 14º China 0,02% (de 4.633 para 4.634) - do G1, 22/5/20, 12h50m: "Organização Mundial da Saúde: América do Sul se tornou o novo epicentro da Covid-19 e Brasil é o país mais afetado." "A maioria dos casos é da região de São Paulo, mas também Rio de Janeiro, Ceará, Amazonas e Pernambuco estão sendo afetados", disse ontem o Diretor de Programa de Emergências da OMS, Michael Ryan. - Continuemos atentos e vigilantes contra o inimigo perigosíssimo, traiçoeiro e invisível, o coronavírus, tomando todos os cuidados recomendados pelos especialistas e autoridades sanitárias, conforme amplamente divulgado. Venceremos, com a graça de Deus. Eng. Afonso Cláudio de Souza Guimarães

  • Cemig Distribuição

    22 May, 2020

    Cemig completa 68 anos e reafirma seu compromisso com Minas Gerais em meio à pandemia Empresa enfrenta a crise com determinação e foco na segurança dos empregados e garantia do fornecimento de energia aos seus 8,7 milhões de clientes A Cemig completa, nesta sexta-feira (22/5), 68 anos em um dos momentos mais delicados da história recente da humanidade, mas continua trabalhando com determinação para garantir o fornecimento de energia seguro e com qualidade, bem de consumo mais necessário do que nunca neste momento único. Com uma história de muita superação, a Cemig tem se reinventado ao logo dos anos e superado desafios. Em 2017, por exemplo, a empresa perdeu as concessões das usinas de Jaguara, São Simão e Miranda, que representavam quase 50% do seu parque gerador. Para mitigar essa importante fonte de geração, a companhia está se modernizando rapidamente e tem realizado leilões de longa duração para comprar energia de fontes alternativas além de ter criado a Cemig SIM, empresa de atuação no segmento de geração distribuída que representa uma grande transformação no mercado de energia. Além disso, a companhia tem se restruturado e focado no negócio principal, que é distribuição, geração, transmissão e comercialização de energia elétrica. Essas mudanças fizeram a Cemig ter um resultado financeiro importante em 2019, quando a empresa teve um lucro líquido do 3,12 bilhões. Ações da Cemig durante a pandemia Desde o começo do isolamento social, a Cemig direcionou todos os seus esforços para garantir o fornecimento contínuo e seguro da energia elétrica para cada um de seus 8,7 milhões de clientes. Apesar da crise econômica provocada pelo novo coronavírus, a companhia garantiu o investimento recorde na rede de distribuição de R$ 1,5 bilhão, que tem refletido na melhora dos indicadores de desempenho da empresa e também na redução do tempo médio de atendimento a emergência no setor elétrico. Seguindo as recomendações dos órgãos de saúde, a companhia colocou em trabalho remoto 70% dos empregados da área administrativa, fechou as agências de atendimento presencial, mudou os procedimentos de leitura dos medidores, tudo isso para evitar risco de contágio. Para hospitais públicos e filantrópicos, e microempresas que tiveram que fechar as portas nesses dias de isolamento social, a Companhia permitiu o parcelamento das contas de energia, sem juros. Além disso, os clientes cadastrados na Tarifa Social de Energia Elétrica tiveram as contas de luz isentas de abril a junho, conforme a Medida Provisória 950/2020, do Governo Federal O presidente da companhia, Reynaldo Passanezi, Filho, ressalta que, apesar das medidas, a Cemig mantém seu compromisso no atendimento e manutenção do sistema elétrico para que tudo permaneça funcionando perfeitamente. “Os clientes da Cemig em nada estão sendo afetados, pois uma parte da força de trabalho da Cemig continua exercendo as atividades profissionais de suas casas, operando os sistemas administrativos da empresa remotamente. A manutenção das redes de energia e o atendimento nos endereços de consumo, por sua vez, continuam acontecendo normalmente, pois se trata de trabalho ao ar livre, sem aglomeração de pessoas”, destaca. Cemig 68 anos: uma história de compromisso com os mineiros Criada em 1952, pelo visionário e então governador de Minas Gerais, Juscelino Kubitscheck, a história da Cemig é destacada por fatos marcantes, números grandiosos, relevantes, obras importantes e compromisso com os mineiros. Na década de 1950, o governador de Minas Gerais Juscelino Kubitschek redigiu do próprio punho um bilhete à que deu início à Cemig e teve um papel forte como indutora do desenvolvimento do Estado. Originalmente, a Cemig seria apenas uma holding para reunir as diversas ”Centrais Elétricas” e construir usinas que pudessem dar suporte ao plano do governador JK. A Empresa, contudo, foi além e passou a assumir a distribuição de energia em vários municípios. A Companhia levou energia elétrica para todas as regiões do Estado e impulsionou o desenvolvimento do parque industrial mineiro. Nos últimos anos, a Cemig se consolidou como uma referência na economia global, reconhecida por sua atuação sustentável. Há 20 anos consecutivos, faz parte do Dow Jones Sustainability World Index (DJSI World). A companhia também é reconhecida como uma potência nacional, uma das gigantes do setor de energia elétrica, a maior em energia integrada do Brasil, que oferece ao mesmo tempo Geração, Transmissão, Distribuição e Atendimento ao Cliente. Em Transmissão, é um dos maiores grupos e em Geração, é o 7º maior grupo do país, com capacidade instalada de 6,02 GW, além de ser o maior em Distribuição, com 540 mil quilômetros (km) de extensão de rede. Para se ter uma ideia da dimensão dessa empresa, em Minas Gerais, a Cemig responde por 96% da área de concessão, com 8,7 milhões de ligações, em 774 municípios, uma área de tamanho equivalente à França.

  • Afonso Cláudio

    21 May, 2020

    "Quinta 21/05/20 - 7h30 -Manchetes de hoje...: "O Globo (Rio): “Brasil é o país em que mortes por Covid-19 mais avançam” Esta manchete confirma essa tendência em todas as mensagens que este Mural vem publicando há cerca de dois meses, nas quais sempre o Brasil ocupa o primeiro lugar nas comparações dos percentuais de aumentos dos números de mortes devidas à pandemia do coronavírus, referentes aos países que aparecem nos 10 a 15 primeiros lugares da classificação internacional. Os números, cálculos e gráficos são irrefutáveis, indiscutíveis e extremamente úteis para a conscientização dos gestores públicos e dos cidadãos, visando o aperfeiçoamento da prevenção contra o coronavírus, o maior inimigo da humanidade atualmente. Eng. Afonso Cláudio de Souza Guimarães

  • Cemig Distribuição

    19 May, 2020

    Conheça as informações disponíveis na conta de energia elétrica da Cemig Fatura de energia disponibiliza diversos dados para os clientes da companhia Você sabia que a conta de energia elétrica da Cemig possui diversas informações para o cliente? Apesar de muitas pessoas só prestarem atenção no valor a ser pago, a fatura detalha diversos componentes importantes para o cálculo da cobrança. São informações referentes ao consumo da unidade consumidora, o ciclo de faturamento, os impostos que serão repassados aos governos estadual e federal, a bandeira tarifária determinada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o histórico de consumo daquela unidade e muito outros dados. De acordo com o gerente de Relacionamento com Clientes da Cemig, Luciano José de Oliveira, é importante que o cliente observe não só a data do vencimento e o valor que irá pagar - que é o que as pessoas verificam normalmente – mas, principalmente, a quantidade de energia consumida. “O cliente deve avaliar a conta principalmente pelo consumo de cada um dos últimos 12 meses. Como o ciclo pode variar, ou seja, a leitura pode ser feita em um mês com 30 dias, no outro com 28 dias, por exemplo, a fatura traz também o consumo médio diário, que permite ao cliente controlar o que está fazendo com que ele gaste mais ou menos energia” afirma. A conta de luz traz a data em que foi feita a leitura, tanto a anterior quanto a atual. A diferença entre essas duas leituras significa o quanto o cliente consumiu e, consequentemente, o que ele terá de pagar. “O ciclo de leitura dos clientes da Cemig pode variar entre 27 e 33 dias. Essa variação, mesmo que a pessoa não tenha mudado os hábitos de consumo, pode levar a fatura a uma alteração no valor. Dessa forma, é importante que o cliente observe não só o valor cobrado, mas a quantos dias se refere a cobrança, para que ele possa saber se a média diária de consumo aumentou ou não”, destaca. Na área urbana, quando o leiturista não consegue ter acesso ao medidor de energia elétrica, a cobrança e feita considerando a média de consumo dos últimos 12 meses – chamada de “média“ –, e o cliente é notificado para que possa regularizar a leitura cobrada no mês seguinte. Já na área rural, a leitura é realizada a cada três meses. Então a melhor opção é o cliente informar a leitura mensalmente à companhia pelos canais de atendimentos, como o aplicativo Cemig Atende, o SMS (enviar um torpedo gratuito para o número 29810) ou pelo telefone 116. Outras informações importantes A conta de energia da Cemig traz outras informações importantes, como alterações na fatura, eventuais mudanças de legislação, informações sobre o reajuste tarifário (que, no caso da Cemig, costuma acontecer na última semana de maio), além de informar se o cliente possui algum débito com a companhia. É importante destacar que esse ano não teve aumento de tarifa. A bandeira tarifária vigente no mês também está informada na tarifa de energia da Cemig. É importante destacar que a definição da bandeira é feita pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e vale para todo o País, não só para Minas Gerais. Ela indica a condição de produção de energia e a utilização de usinas térmicas, que tem o custo mais elevados por usarem combustíveis fósseis, como óleo diesel. Também há informações importantes para os clientes sobre o detalhamento dos valores pagos na conta de energia. Vale destacar que 22,4% do valor cobrado na tarifa ficam na Cemig Distribuição e servem para custear os investimentos em expansão, bem como os demais custos da empresa. Os 77,6% restantes são destinados a encargos setoriais (12,8%), tributos repassados aos governos federal e estadual (30,4%), energia comprada (28,7%) e encargos de transmissão (5,7%). A companhia também informa, na conta de energia, o valor pago pelo cliente da iluminação pública, cujo valor da contribuição é determinada pela Câmara Municipal. A Cemig apenas arrecada o valor na conta e repassa ao município integralmente. 19.05.2020 l Classificação: Público