Programa incentiva produção de forrageira

O evento reuniu mais de 200 participantes na Unidade Norte da Epamig,
em Nova Porteirinha

Foi lançado nesta semana o Informe Agropecuário “Cultivo e utilização da palma forrageira”. Houve também assinatura do Termo de Cooperação Técnica do Programa Palmas para Minas pelos parceiros presentes. O evento aconteceu na Unidade Norte da Epamig, em Nova Porteirinha.

Essas são ações do Projeto Palmas para Minas, articulado pelo Sistema FAEMG com outras 13 instituições públicas e privadas, para o fomento da cultura da forrageira em Minas Gerais.

O evento aconteceu com a presença de mais de 200 pessoas, entre técnicos, produtores rurais, pesquisadores, professores e autoridades públicas e privadas. O presidente do Sindicato Rural de Montes Claros e vice-presidente da FAEMG, Ricardo Laughton, representou o Sistema FAEMG.

 

O que é o projeto

O programa “Palmas para Minas” ampara produtores rurais que sofrem em função da seca prolongada. O uso da palma forrageira pode ajudar a reduzir os custos de produção em regiões atingidas pela estiagem, garantindo a mitigação dos riscos de perdas decorrentes dos períodos de escassez hídrica. A palma forrageira é uma alternativa para alimentação dos rebanhos pela grande capacidade de armazenar água.