Superintendente do SENAR reafirma parcerias com entidades do Norte de Minas

O superintendente do Senar Minas, Christiano Nascif, esteve presente na comemoração dos 25 anos da Associação Central dos Fruticultores do Norte - Abanorte, no último sábado. Durante o evento, Nascif destacou a parceria entre o Senar Minas e Abanorte, que fomenta o desenvolvimento do setor agrícola da região trabalhando para especializar a mão de obra dos trabalhadores locais e a gestão dos produtores, através de cursos, treinamentos e capacitações. O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Montes Claros e vice-presidente da Faemg, Ricardo Laugthon, o gerente regional do Senar em Montes Claros, Dirceu Martins, e o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, José Aparecido Mendes, também marcaram presença no evento.

 

Sistema FAEMG participa do desafio internacional para reduzir a perda de alimentos

 

Entre 10 e 14 de dezembro, BH vai sediar o Biobased Battle 2018, desafio internacional para transformar conhecimento em inovação, e encontrar soluções para o desenvolvimento sustentável.  O Sistema FAEMG é apoiador e participa ativamente da edição, que este ano tem foco na redução da perda de alimentos. Para o superintendente do INAES (Instituto Antonio Ernesto de Salvo), braço de pesquisa do SISTEMA FAEMG, Pierre Vilela, o problema é crônico e precisa de uma solução urgente: "Toda a sociedade sofre com o impacto desse processo de perda, que começa na colheita e termina nos pontos de venda". Vilela acrescenta que, além de propor soluções para o problema, a ação promove o intercâmbio entre participantes do Brasil e da Holanda, e aproximação entre universidade e empresas.

 

Perda de Alimentos

 

No Brasil, as perdas na comercialização de frutas e hortaliças podem ultrapassar 50% do total produzido, enquanto em outros países o descarte não supera 10%. As perdas na cadeia de hortifrúti alcançam 200 mil hectares desperdiçados durante as etapas de pré-colheita, colheita, beneficiamento e comercialização do produto. As principais causas de perdas são a colheita; demora na comercialização; distribuição; baixa qualidade dos produtos; embalagem ou transporte inadequados; condições climáticas; e armazenamento impróprio. Mesmo com a variedade de causas, cerca de 50% das perdas na cadeia estão concentradas no manuseio e no transporte, e não no momento final da venda. Assim, se a prevenção de perdas atuasse com eficiência neste setor, seria grande a redução nos custos e o crescimento do volume de vendas do produtor e distribuidor.

 

O que é Biobased Battle

 

Sustentabilidade e inovação juntas em um evento internacional de impacto ambiental! Equipes multidisciplinares compostas por brasileiros e holandeses trabalham simultaneamente, desenvolvendo soluções inovadoras para os problemas da indústria. O objetivo é aproximar universitários da realidade das empresas colocando-o frente a frente aos grandes desafios mundiais. Não precisa ser um expert no assunto para participar - durante a semana as equipes farão uma imersão no desafio proposto e conhecerão diversas ferramentas que podem ajudar a transformar conhecimento em ideias e ideias em negócio.