Avenida João XXIII recebe estudos técnicos sobre a ponte

A ponte sobre o córrego Vieiras, no entrocamento das avenidas Artur Bernardes e João XXIII e Deputado Esteves Rodrigues, um dos maiores estrangulamentos de trânsito em Montes Claros, com fluxo de aproximadamente 300 mil carros por dia, está sendo analisada tecnicamente pela empresa Geométrica Engenharia de Projetos, escolhida via licitação para elaborar o projeto do Complexo Viário daquele local. A empresa realizou os serviços de sondagem de solo e topografia nas proximidades da ponte sobre o rio Vieira. Segundo Guilherme Guimarães, secretário municipal de Infraestrutura e Planejamento Urbano, o serviço executado no local é necessário para a elaboração do projeto que deve ser licitado nos próximos meses. “Estamos em estado avançado dos estudos para a conclusão do projeto. A previsão de entrega é na primeira quinzena do mês de janeiro deste ano”, disse.

Nos anos de 2012 e 2016, nas eleições municipais, o local foi alvo de propostas na campanha eleitoral, como a construção de uma trincheira, para resolver o problema do estrangulamento de transito na área.  As obras que a Prefeitura pretende realizar na Avenida João XXIII contam com a construção de uma nova ponte sobre o rio Vieira, o alargamento da ponte existente, e a instalação de passarelas nos dois lados do cruzamento com a Avenida Deputado Esteves Rodrigues (Sanitária). Além disso, a Avenida Cosme e Damião será viabilizada para retirar o fluxo de veículos na João XIII.

O engenheiro Edgar Pereira Filho, da empresa AP&L Geotecnia e Fundações de Montes Claros, contratada pela Geométrica para realizar as sondagens do solo esclareceu que a partir do trabalho realizado será possível dimensionar as fundações necessárias para resistir às cargas da obra a ser executada. A proposta é que depois de concluídos os estudos, a ordem de serviço para as obras sejam dadas até julho, para serem concluídas nesse ano ainda. (GA)