Caco Barcelos abre congresso de urgência e emergência

O jornalista Cacos Barcelos retorna hoje a Montes Claros, para a abertura do Congresso Norte Mineiro de Urgência e Emergência, organizado pelo Consorcio Intermunicipal da Rede de Urgência do Norte de Minas (CISRUM-Macro Norte), que tem como tema “Experiências que Salvam Vidas”. O evento prossegue até amanhã   e reunirá médicos, enfermeiros, condutores socorristas, estudantes e interessados em se especializar em urgência e emergência. Caco Barcelos esteve em Montes Claros no ano de 2008, na Semana de Comunicação. Ele  abrirá a programação no dia 8 de novembro, com a palestra motivacional “Superando Desafios: o Verdadeiro Valor da Vida”, em que abordará os desafios e dificuldades que encontrou durante seus 30 anos de experiência profissional na liderança de redações, na cobertura jornalística e como taxista, atividade que o motivou enquanto estudante de engenharia a se encontrar no jornalismo.

No segundo dia, o Congresso contará com uma intensa programação científica em que os participantes terão a oportunidade de discutir temas específicos da área. O evento receberá expoentes do serviço de atendimento pré-hospitalar, como o médico Antônio Onimaru que foi um dos primeiros profissionais a cursar Residência Médica em Urgência e Emergência. Onimaru tem experiência de mais de 20 anos na área e, atualmente, é Coordenador-geral do SAMU em Embu das Artes/SP e médico do Grupo de Atendimento e Atenção às Urgências e Emergências (GRAU).

A diretora executiva do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun), que é a entidade que realiza a gestão do SAMU Macro Norte, Kely Cristina de Moura Lacerda, afirma que o congresso é uma oportunidade para os profissionais da área se especializarem e para os estudantes da área da saúde conhecerem um pouco mais da seara da urgência e emergência para saber se é isso que realmente desejam para sua vida profissional.

O presidente do Cisrun, Silvanei Batista Santos, que está em seu segundo mandato a frente da instituição, lembra que sua contribuição como presidente do Cisrun/SAMU tem lhe acrescentado muito como administrador (para quem não sabe ele também é o atual prefeito do município de Porteirinha) e como pessoa. “À frente da instituição, aprimorei minha capacidade de fazer mais com menos sem deixar de lado a sensibilidade, uma vez que lidamos com vidas e a eficiência no atendimento pode fazer toda a diferença às vítimas”, conclui.