Campanha pressiona Montes Claros a extinguir restrições

a cidade parada

Teve inicio ontem de manhã uma campanha para pressionar o prefeito Humberto Souto a suspender os decretos municipais que aplicou restrições em Montes Claros, como obriga o fechamento dos estabelecimentos comerciais e com isso, coloca em risco o emprego de milhares de pessoas na cidade. A campanha foi iniciada pelo ex-secretário municipal de Serviços Urbanos, Agenor Ferreira, onde pede que o prefeito siga a orientação do presidente Jair Bolsonaro e acabe com as restrições. Até o fechamento da edição, a Prefeitura não se manifestou sobre a campanha. Desde o dia 18 que Montes Claros está com restrições, inclusive de circulação de pessoas nas ruas da cidade.

O presidente Jair Bolsonaro retornou à cadeira nacional de rádio e televisão na noite desta terça-feira para pedir que a população deve voltar à normalidade, criticando novamente medidas de isolamento com o fechamento de comércio e isolamento social.   “Algumas poucas autoridades estaduais e municipais devem abandonar o conceito de terra arrasada. A proibição de transporte, o fechamento de comércio e o confinamento em massa. O que se passa no mundo tem mostrado que o grupo de risco é o das pessoas acima dos 60 anos. Então, por que fechar escolas? Raros são os casos fatais de pessoas sãs com menos de 40 anos de idade.”

Jair Bolsonaro mencionou ainda testes que vêm sendo realizados com cloroquina no tratamento do coronavírus. “Nosso governo tem recebido notícias positivas sobre esse remédio fabricado no brasil, largamente utilizado no tratamento à malária, lúpus e artrite. Acredito em Deus, que capacitará cientistas e pesquisadores do Brasil e do mundo na cura desta doença.” Bolsonaro ainda voltou a se referir à covid-19 como “gripezinha” falando sobre si e aproveitou para ironizar o dr. Dráuzio Varela, que vem recomendando que as pessoas fiquem em casa.  “No meu caso particular, pelo meu histórico de atleta, caso fosse contaminado pelo vírus, não precisaria me preocupar, nada sentiria ou seria, quando muito, acometido de uma gripezinha ou resfriadinho, como bem disse aquele conhecido médico daquela conhecida televisão”. (GA)