Defensoria abre inscrição para maior casamento comunitário

O núcleo montes-clarense da Defensoria Pública Estadual realizará um casamento comunitário de famílias carentes, com perspectivas de reunir 60 casais, quando além do ato jurídico, ainda será feita as bênçãos. O coordenador Cláudio Fabiano Pimenta explica que esse mutirão será realizado no dia 8 de maio, na sexta-feira que antecede o Dia das Mães e salienta que a partir do dia 19 de fevereiro começará a receber a inscrição dos casais interessados, que serão isentos das taxas cartoriais. A sua previsão é que esse casamento comunitário devera reunir 1.000 pessoas, entre os 120 noivos e seus familiares, além de autoridades.

O coordenador afirma que já foram realizados vários casamentos comunitários em cidades do Norte de Minas, como Manga e Pirapora, mas em Montes Claros será o primeiro desse porte. O ultimo evento similar em Montes Claros ocorreu no dia 25 de janeiro, quando se casaram sete casais que residiam na região de Palmital, onde fica o Lixão de Montes Claros, por iniciativa do pastor Gil, depois que essas famílias foram informadas que deverão desocupar a casa onde residem. No caso da Defensoria Pública, ele lembra que já tem uma lista prévia de interessados. Porém, essas pessoas terão que fazer a inscrição.