Ex-diretora do Igam assume comando da Semad

O governador Romeu Zema empossou, na terça-feira (22), a nova secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais. Marília Carvalho de Melo é a primeira mulher a comandar a pasta responsável por conduzir a gestão ambiental mineira e a liderar o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema). Servidora de carreira do Sisema desde 2006, ela representa a valorização, por parte do Governo de Minas, pelo setor técnico do meio ambiente e também pela pauta dos recursos hídricos, já que ocupava o cargo de diretora-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam).

Doutora em recursos hídricos, Marília destacou que vai dar continuidade aos avanços conquistados, especialmente na modernização dos serviços ambientais, para intensificar a relação dessas melhorias com os indicadores de qualidade ambiental. "Gostaria de agradecer a confiança no meu trabalho, que é parte de um trabalho de equipe. Toda equipe do Sisema está representada aqui e, a partir de agora, a cada dia com mais afinco e dedicação, ampliaremos os resultados da secretaria", afirmou.

O governador Romeu Zema frisou que confia na competência da nova secretária para conciliar desenvolvimento econômico e preservação do meio ambiente. "Fico extremamente satisfeito de uma funcionária competente, de carreira, estar assumindo uma secretaria tão importante, que já começou a dar frutos e, com toda a certeza, dará muito mais sob a sua gestão. O que nós queremos em Minas Gerais é preservar o meio ambiente, sermos responsáveis, mas conciliarmos essa preservação com empreendimentos que geram empregos e benefícios para a sociedade", disse.

 

Diretrizes

 

Marília destacou que um ponto fundamental de sua gestão à frente da Semad e do Sisema será a relação entre a modernização dos serviços e os indicadores da qualidade ambiental. "A ideia é fazer com que serviços mais céleres, com menos burocracia e mais modernos, resultem em um meio ambiente com mais qualidade. Precisamos ter sempre em foco os indicadores ambientais no resultado final. Qualidade ambiental é medida com a qualidade da água, com a qualidade do ar, com a redução de áreas contaminadas”, afirmou a secretária, lembrando que os recursos naturais são a base para o desenvolvimento econômico.

 

Currículo

 

Marília Carvalho de Melo é engenheira civil pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). É mestre em saneamento, meio ambiente e recursos hídricos, também pela Federal, e se especializou em gestão pela Fundação Dom Cabral. Em 2016, concluiu doutorado em recursos hídricos pelo Programa de Engenharia Civil (PEC) do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente, é professora e coordenadora do curso de mestrado profissional de sustentabilidade em recursos hídricos na Universidade Vale do Rio Verde (UninCor) e professora de hidrologia na Escola de Engenharia Kennedy (EEK).

Começou sua carreira no Governo de Minas em 2002, na Divisão de Outorga de Direito do Uso de Recursos Hídricos do Igam. Em 2007, assumiu seu primeiro cargo de chefia, como diretora de Monitoramento e Fiscalização do Igam. Em 2011, foi a primeira subsecretária de Fiscalização da Semad, cargo que deixou, em 2013, para ocupar pela primeira vez o posto de diretora-geral do Igam. Em 2015, ela voltou à Semad, para assumir como secretária adjunta. Ainda em 2015, retornou a Subsecretaria de Fiscalização, de onde saiu, em 2017, para ocupar novamente o posto de diretora-geral do Igam. (Agência Minas)