Fundeb libera R$3,1 milhões para Montes Claros

O Fundo de Desenvolvimento do Ensino Básico depositou R$3,1 milhões para a Prefeitura de Montes Claros neste ano, sendo R$1,999 milhão até o dia 9 e mais R$1,2 milhão na quarta-feira, conforme dados liberados pelo Estado. Foi o segundo maior repasse liberado no início de um ano, perdendo apenas para 2017. A despesa com a folha de pagamento é de R$6 milhões, equivalendo à metade do montante necessário para pagar o salário de dezembro. A expectativa é saber o posicionamento do prefeito Humberto Souto, que pode seguir o modelo do município de Ribeirão das Neves, que ontem pagou aos professores com base no repasse do FUNDEB.

Os dados mostram que, em 2013, Montes Claros recebeu na primeira dezena o valor de R$2.133.824,80. No ano de 2014, foram R$2.889.222,08. No ano de 2015, foram R$2.003.875,28. No ano de 2016, foram R$1.381.213,19. No ano de 2017, foram R$4.554.759,59, no melhor dado dos últimos sete anos. No ano de 2018, foram R$2.392.321,74 e, agora, em 2019, com R$3.162.470,09. Isso incluído os repasses da educação do ICMS, FPM, FPE, ITR e IPVA.

Na reunião com as lideranças dos professores, na quarta-feira, o prefeito Humberto Souto pediu para aguardar o valor a ser depositado no dia 14 de janeiro para definir sobre o pagamento do salário de dezembro. Ele pretende juntar o que já está depositado e ainda o que será creditado para tentar colocar a folha de pagamento em dia. Como o governador Romeu Zema colocou os repasses em dia, isso aliviou a Prefeitura de Montes Claros, pois desde o ano de 2017 o então governador Fernando Pimentel estava retendo os repasses, em valores acumulados de R$35 milhões do FUNDEB. (GA)