Montes-clarense classificado para Olimpíada de Astronomia

O montes-clarense Gabriel Oliveira Mota, estudante do 3° ano do ensino médio do Colégio Padrão Internacional de Montes Claros, é um dos classificados para a etapa final da 21ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBAA), a ser realizada a partir deste domingo na cidade de Vinhedo, em São Paulo, e nas imediações do Observatório Astronômico Abrahão de Moraes, da Universidade de São Paulo. O evento prossegue até o dia  15 de março.  Gabriel Oliveira que já está entre os 31 alunos de todo país, vive a expectativa de ser um dos cinco selecionados para a Olimpíada Internacional de Astronomia e Astronáutica, que será na Hungria, ou dos cinco classificados para a Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica, a ser realizada  no México.

O estudante do Colégio Padrão diz que está muito feliz com o resultado e que tem sido recompensado por toda dedicação aos estudos.  “É uma sensação de muita felicidade, uma alegria imensa por ter toda a dedicação até aqui recompensada, graças a Deus. Mas é também uma grande responsabilidade, para continuar representando a cidade de Montes Claros e o estado de Minas Gerais nas provas”, diz Gabriel, que destacou ainda o aprendizado durante a olimpíada.

“A olimpíada me permitiu perceber que o estudo pode ser também uma experiência prazerosa e que adquirir conhecimento é também uma grande diversão quando se entende o real sentido das informações aprendidas. Além disso, foi uma oportunidade para aprofundar nos conteúdos e me desafiar a aprender mais, contribuindo para minha formação intelectual”, salientou o estudante de 16 anos. 

A OBAA começou com 80 mil estudantes de todo país e agora conta com apenas 31 alunos na disputa. Gabriel Oliveira, que é um dos principais alunos do Colégio Padrão Internacional, sendo inclusive, o primeiro colocado na Olimpíada da Rede Pitágoras de todo Brasil em 2018, está muito confiante em poder ser um dos representantes do Brasil na OIAA ou na OLAA.  “Participar de uma competição desse nível deve ser uma grande honra, o que me motiva a continuar estudando para atingir esse objetivo. Espero fazer o meu melhor nos treinamentos para conseguir bons resultados, representar o Brasil e estar entre os melhores do mundo”, finalizou Gabriel Oliveira. (GA)