Montes Claros passa de 100 mortes e decreta luto oficial

 

A cidade de Montes Claros chegou a 110 pessoas mortas por causa do Covid-19, ontem (15) e por causa dessa situação, o prefeito Humberto Souto tomou a iniciativa de decretar luto oficial, com o argumento de que o Município de Montes Claros atingiu, infelizmente, mais de 100 vítimas fatais da Covid-19, que no âmbito nacional também já ceifou mais de 130.000 vidas e “que tais perdas, irreparáveis, geraram grande consternação, incumbindo a nós registrar o sentimento de luto e respeito aos saudosos cidadãos falecidos”.

Por isso, fica decretado luto oficial neste Município, por três dias, em memória das vítimas da Covid-19, aqui falecidas. Durante o período de luto oficial as bandeiras no paço Municipal deverão estar hasteadas a meia verga. Os serviços desta municipalidade permanecerão funcionando regularmente. O setor de epidemiologia da Prefeitura de Montes Claros informa que mais 188 novos casos foram confirmados ontem, aumentando para 7.157 o número de casos positivos no município. São 105 mulheres e 83 homens com idades entre um a 83 anos. Todos com estado de saúde estável, sendo acompanhados pela Vigilância Epidemiológica. Mais três pessoas que testaram positivo para a Covid-19, aumentando para 110 o número de óbitos no município. São dois homens de 72 e 91 anos e uma mulher de 70 anos.

Também ontem foi publicado o Decreto 4098, fica determinado à Secretaria Municipal de Saúde que providencie o reforço das atividades de monitoramento dos casos suspeitos e confirmados da Covid-19, no âmbito do Município, podendo para tanto utilizar os profissionais que estejam trabalhando nas barreiras sanitárias. Ontem a secretária municipal de Saude, Dulce Pimenta, explicou que a constatação do aumento de mortes de pessoas acima dos 70 anos levou a equipe a apertar a vigilância sobre os idosos que tiveram caso positivo. (GA)