Município contrata mais de 3.000 exames especializados

A dificuldade dos usuários do Sistema Único de Saúde de Montes Claros (SUS), para ter acesso aos exames especializados, como medicina nuclear, endoscopia, ressonância magnética, tomografia e ultrassonografia será resolvida em pouco tempo, pois a Secretaria Municipal de Saúde abriu licitação para comprar esses serviços. Os investimentos podem custar cerca de R$ 752 mil. A licitação para o credenciamento de pessoas físicas e jurídicas, públicas ou privadas, filantrópicas ou com fins lucrativos, para a prestação de serviços de realização de exames de média complexidade ambulatorial nas diversas especialidades médicas, de forma a atender os usuários do SUS, será realizada no dia 23 de maio.

Interessados em participar da licitação assinarão contrato por 12 meses, com  possibilidade de  ser prorrogado. A remuneração será de acordo com os valores unitários estabelecidos na tabela SIA/SUS, vigente no mês da prestação do serviço. No total, serão comprados 3.062 exames. Outras 1.140 cintilografias de osso ao custo unitário de R$ 190,99 e mais 328 cintilografias ao custo unitário de R$ 133,03 e outras  100 biopsias de lesão de partes moles, a R$ 114,00 cada. No total serão 1.957 diagnósticos por medicina nuclear ao vivo, ao custo de R$ 446.160,45. Um total de 755 ressonâncias magnéticas ao custo de R$ 203.831,25 e 300 diagnósticos por endoscopia ao custo total de R$ 33.798,00 e por fim, 50 eletroneuromiografia ao custo de R$ 1.350,00. (GA)