Palestra aborda racismo contra negros no Brasil

A psicóloga Maria de Lourdes Silva Barbosa, da União Popular de Mulheres, ministrou palestra na quarta-feira em Montes Claros, nas comemorações para o Dia da Consciência Negra, quando falou sobre o racismo contra os negros e abordou desde a época da escravidão do Brasil Colônia até os dias atuais, passando por Zumbi dos Palmares, grande líder da luta e da resistência contra o racismo. A psicóloga salientou que o racismo antes era velado, mas hoje está escancarado e a mulher negra em especial sofre muito pelo gênero e cor da pele, pois é discrimada no âmbito profissional e na questão salarial está no último lugar da estratificação social.

O Rotary Club Montes Claros Liberdade e a Casa da Amizade realizaram esse evento nas dependências de uma instituição de ensino, no bairro Melo, em Montes Claros e teve a apresentação de dança carimbó, pelos integrantes, do Grupo Folclórico Saroê: Jessica Meses e Erivelton Rodrigues. Ainda na sua palestra, Maria de Lourdes Silva Barbosa explicou que os jovens negros têm sofrido muito e ainda tem os genocídios que acontecem contra essa juventude a cada 30 minutos no país. Encerrou falando do racismo estrutural, onde a sociedade continua diferenciando um grupo étnico ou classe em posição de destaque ou sucesso da outra.

Foi a primeira vez que um Rotary em Montes Claros fez uma discussão para abordar o tema racismo e o evento teve a presença de integrantes dos outros clubes. A presidente Rotary Club Montes Claros Liberdade Sandra Aparecida Rodrigues e presidente da Casa da Amizade Vera Nice dos Santos informaram a relevância desse tipo de discussões. Hoje a partir das 9 horas será realizada manifestação na praça Doutor Carlos para marcar o Dia da Consciência Negra em Montes Claros. (GA)