PARA ALÉM DAS PRISÕES | Prefeitura vai ampliar projeto que oferece trabalho para presos do regime semi-aberto

O projeto piloto ‘Para Além das Prisões’ (PAP), criado pela Prefeitura de Montes Claros, em novembro do ano passado, e que beneficia sentenciados do sistema penitenciário, vai receber mais 20 reeducandos, em regime semi-aberto, a partir do próximo mês.

Segundo a Prefeitura, a previsão é que, até o ano que vem, sejam incluídos 200 detentos no projeto, que beneficia os participantes com um dia de redução de pena, a cada três dias trabalhados. Além disso, o projeto busca oferecer qualificação profissional, dentro das atividades práticas e lúdicas oferecidas pelas secretarias municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Social.

Através da Gerência de Educação Ambiental e Projetos Especiais, os egressos serão capacitados a trabalhar com madeiras, sucatas, jardinagem, dentre outras, as quais serão transformadas em artes. Também atuam em limpeza e conservação de áreas públicas. Os reeducandos terão oportunidade de aprenderem novas profissões, o que contribuirá para a reintegração à sociedade, com garantia de renda para o sustento familiar. A estrutura para recebê-los já está pronta. O projeto tem grande alcance social e está sendo bem aceito pela população, pelos próprios sentenciados e familiares. 

O projeto ‘Para Além das Prisões’, é coordenado pela Prefeitura de Montes Claros, oficializado por sugestão da Promotoria Pública e Tribunal de Justiça e tem como parceiros o  Conselho de Segurança Pública; universidades; Pastoral e Sistema Carcerários; Polícia Militar; Conselho da Comunidade na Execução Penal da Comarca de Montes Claros; Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Serviço Voluntário  de Assistência Social de Minas Gerais (Servas); Empresa Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater); e Secretaria de Administração Prisional (Seap).

A proposta inicial do projeto seria fazer a recuperação da Praça da Matriz. Por ser um projeto piloto na região, o número inicial de pessoas começou pequeno, mas já com a proposta de ser aumento com o tempo. A mesma iniciativa foi proposta a empresas de Montes Claros, que poderão contratar esses presos sem encargos sociais, o que reduz demais os valores para qualquer empresa.

A ideia do ‘Para Além das Prisões’ nasceu em 2009, e desde então a prefeitura tentava implantar o projeto, que só saiu do papel no ano passado.