Parque Sapucaia continua de portas fechadas

Inaugurado em 3 de julho de 1987, o Parque Municipal da Sapucaia está localizado na região sul, a cinco quilômetros do Centro da cidade. O Parque é uma reserva florestal com 302.000 m² de área verde. O local é apropriado para piqueniques, montanhismo e corridas rústicas. Porém, no mês de fevereiro deste ano, houve o anúncio do fechamento por tempo indeterminado do Parque.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Paulo Ribeiro, o fechamento foi sob a justificativa de que a decisão visa proteger a população da cidade contra a febre amarela naquela época. No final de 2017 foram encontrados alguns macacos mortos no local e isso motivou o fechamento. A equipe da Gazeta Norte Mineira procurou o secretário municipal de Meio Ambiente para buscar respostas sobre a previsão de abertura do parque. Segundo ele, não há previsão de abertura para o público. “Não há previsão, pois realizamos um levantamento e precisamos de mais de um milhão e meio de reais de investimento para a reforma do Sapucaia”, disse Paulo Ribeiro.

Ainda segundo o secretário, outros parques da cidade estão sendo reformados, pois o valor dessas reformas são inferiores ao do Sapucaia. “Estamos realizando outras reformas como a do Parque Guimarães Rosa, que está há mais de 30 anos fechado, o Parque Canelas, e o Parque Municipal, que atingem diversas áreas da cidade”, destacou.

Ele ainda relatou à nossa equipe sobre as prioridades no momento. “Prioridades foram estabelecidas, pois, outros parques estão sendo recuperados na cidade, sendo que o valor de todas as obras não chegam à metade do valor previsto para a reforma do Sapucaia”, afirmou o secretário.

A previsão é de que, no ano de 2019, o Parque dos Mangues poderá também ser reformado, e, segundo Paulo Ribeiro, só depois da conclusão dos quatro parques que as obras no Sapucaia serão realizadas.