Paulo Guedes anuncia movimento ‘Lula Livre’ em Montes Claros

O deputado federal Paulo Guedes realizará uma grande mobilização em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Montes Claros, com as presenças de lideranças nacionais do partido. Ele comunicou aos filiados e pediu apoio para este evento a ser realizado em março. No dia 26 de outubro de 2017 o mesmo evento foi realizado em Montes Claros, para marcar o aniversário de Lula. Ele lembra que esse evento para Lula é uma forma do partido mostrar o legado que deixou no Brasil, nos governos de Lula e Dilma e ainda de que o PT será oposição a nível municipal, estadual e nacional.

Nesse sentido, o deputado federal Paulo Guedes explicou que enfrentará o ministro das Finanças, Paulo Guedes, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, por usurpação do seu nome. Lamentou que o prefeito Humberto Souto esteja perseguindo o PT e que 95% das prefeituras do Norte de Minas, que são mais pobres, pagaram os salários dos servidores e ainda o 13º salário, enquanto Humberto Souto alega que tem R$150 milhões em caixa, mas se recusa a pagar R$8 milhões dos salários. Por isso, anunciou que o PT terá candidato próprio a prefeito de Montes Claros em 2020 e isso passa por unir o partido e suas correntes.

Porém, a reunião teve uma quebra de braço entre os dois sindicatos municipais. Iara Pimentel, presidente do Sindicato das Professoras Municipais (Sind-Educamoc), fez um relato da luta em defesa das profissionais dessa área e das perseguições que tem sofrido. O sindicalista Valmore Edi, que foi diretor do Sindicato dos Servidores Municipais, insinuou que a criação do novo sindicato enfraquece a luta sindical e lembrou que foi seu sindicato que tomou as providências para assegurar os pagamentos. (GA)