Perucas solidárias envolvem familiares em Montes Claros

O projeto Peruca Solidária, desenvolvida pela empresa Neth Freitas, do setor de belezas, entregou ontem de manhã uma peça a Elza Maria Ribeiro Tomé, que desde julho passado descobriu o câncer de mama e iniciou o tratamento de quimioterapia na Santa Casa  e agora passará a fazer fisioterapia. Depois de 12 dias de tratamento ela perdeu o cabelo. A sua filha Sarah Thomé fez questão de doar o próprio cabelo para sua mãe, pois alega que sentiu ela com a autoestima muito baixa e considera que a doação foi um ato de amor para com sua mãe. A empresária Neth Freitas explica que tomou a iniciativa de criar esse projeto, depois de acompanhar o sofrimento em sua casa, onde seu pai Elvino Teixeira de Freitas teve o câncer de próstata.

Na entrega realizada ontem, Julia Lopes Barbosa, de 10 anos, fez questão de comparecer, acompanhada da mãe Diane Lopes Franco. Na semana passada, acompanhada da mãe e do pai José Antonio, além dos irmãos, fez questão de doar uma grande quantidade de cabelo. Julia cortou 28 centímetros do seu cabelo e fez a doação, pois lembra o seu avo paterno Paulo Vieira Barbosa morreu por causa do câncer, na cidade de Varginha, no dia 5 de agosto de 2018, depois que comemorou o aniversário. Isso marcou sua vida e na primeira oportunidade, decidiu fazer esse ato de doação, com apoio dos pais. O seu apelo é para outras crianças e adolescentes seguirem o seu modelo.

A Miss Montes Claros, Nayara Azevedo, que disputou na semana passada o concurso Miss Minas Gerais, também fez questão de doar os cabelos para a causa. Ontem ela foi ao local fazer o corte e entrega, sensibilizada com a causa. Ela lembra que sua avó Nazareth Maria teve câncer de colo e útero e madrinha Monica Melo o câncer no reto. “É claro que ficamos sensíveis à causa”. A psicóloga Clarissa Flaviana também aderiu ao projeto, por achar que toda comunidade tem de se envolver..