Santa Casa tem superintendente premiado em Moc

O superintendente da Santa Casa, Maurício Sérgio Souza, foi homenageado com a "Comenda Rotária Vânia Soares Silva", em evento realizado por iniciativa do Rotary Club de Montes Claros Oeste, em consideração ao trabalho desenvolvido na área de saúde do Norte de Minas. "Maurício é uma pessoa que tem um compromisso com a solidariedade, caridade e um desejo de tornar a cidade sustentável com a biodiversidade e com a vida", disse o presidente Valdeci Fagundes. A "Comenda Rotária Vânia Soares Silva" foi idealizada como forma de reconhecimento aos cidadãos montes-clarenses que realizaram e realizam trabalhos sociais relevantes e contribuem de modo decisivo e excepcional para o desenvolvimento cultural e social de Montes Claros.

Filha de Francisco Silva Neto e Leônia Catarina Soares, a Patrona Vânia Soares, de uma família de oito filhos, era natural de Montes Claros. Segundo Valdecy, Vânia "pregou e semeou em toda sua vida um trabalho destinado a preservar o bem, resgatar a caridade e a solidariedade humana, através da doação voluntária  e do trabalho contínuo de dedicação aos pobres na Santa Casa de Montes Claros". Profissional das mais experientes, ela era responsável pelo Berçário, onde trabalhou por 34 anos, mesmo após sua aposentadoria, dedicando carinho e atenção aos recém-nascidos e às gestantes.

CAPTAÇÃO – Em novembro de 2018 foi realizada a primeira captação de coração na Santa Casa para fins de transplante. O procedimento, que contou com o suporte da equipe da Santa Casa, foi realizado por especialistas em transplante cardíaco, de BH. A manutenção dos órgãos aconteceu após a confirmação de morte encefálica, constatada através de exames para diagnóstico, conforme preconiza a Resolução 2.173/17 do Conselho Federal de Medicina.

Concluído o fechamento do protocolo, a enfermeira da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) da Santa Casa, juntamente com o médico da Organização de Procura de Órgãos (OPO Montes Claros), realizaram a entrevista familiar. Os pais optaram pela doação de múltiplos órgãos e tecidos. Segundo eles, o desejo já havia sido manifestado pela paciente em vida. Foram doados coração, rins, fígado e córneas. Ao todo, 6 pessoas foram beneficiadas. A Santa Casa de Montes Claros realiza transplantes de fígado, rins e córneas. Manifeste seu desejo de ser um doador! Avise seus familiares. Parte da sua vida pode ser a vida inteira de alguém!