Secretária vem discutir dívidas com a assistência social

A secretária estadual de Impactos Sociais, Elizabeth Jucá, estará em Montes Claros no próximo dia 25 de fevereiro, a convite da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS), quando se reúne com os prefeitos, secretários municipais e dirigentes municipais da área de assistência social. O evento será realizado no auditório da AMAMS e consiste na primeira visita da secretária, que é economista e ex-secretária municipal de Saúde de Juiz de Fora. O tema será “Diálogos e Intervenções para Desafios do SUAS”, com intuito de  discutir sobre os desafios e proposta de planejamento das ações a serem realizadas pelo Estado e municípios.

O presidente da AMAMS, Marcelo Felix, prefeito de Januária, lembra que o Estado deixou de repassar em torno de R$103 Milhões do Piso Mineiro referente ao ano de 2016 a 2018 para os municípios e isso comprometeu a assistência social aos carentes, como o auxilio funeral. A consequência é que muitos atendimentos deixaram de ser realizado ou então foram bancados pelos cofres municipais, afetando ainda mais a crise financeira que as Prefeituras esbarraram. Isso se agravou quando deixou de serem repassados os recursos da saúde, educação e Assistência Social. Ele espera que a secretária Elizabeth Jucá, com origem no municipalismo, saiba apresentar uma solução.

A coordenadora do Departamento de Políticas Sociais da AMAMS, Laila Tatiane, afirma que os últimos anos foram castigados para o setor municipal de Assistência Social e, por isso, em boa hora o Estado vem discutir com o Norte de Minas, uma das regiões mais carentes do Estado, onde a retenção dos recursos causa impactos sociais relevantes. Ela lembra que a AMAMS oferta alguns atendimentos vinculados a políticas públicas neste sentido, tem como programação temas pertinentes à atuação dos gestores e profissionais do Sistema Único de Assistência Social, contribuindo assim para o aprimoramento do serviços/programas e atuação destes na área.

Este encontro será de grande valia para os municípios e profissionais da região mineira, pois irá discutir sobre como está o cenário da Política de Assistência Social, bem como reforçar o papel da Secretaria de Estado de Impacto Social, na qualificação da oferta de serviços, programas, projetos e benefícios socioassistenciais. Além disso, ainda apoiar os secretários municipais de assistência social e trabalhadores da rede para uma melhor gestão e execução do sistema durante esta nova gestão do governo, fortalecendo assim os serviços e atendimento junto ao público.

Temos enfrentado alguns desafios junto aos municípios da região, haja visto que a falta dos repasses relacionados ao Piso Mineiro vêm impactando na gestão e atendimento junto as famílias/indivíduos,  alertando que todos necessitam do SUAS que não existe apenas para os mais pobres, embora seja o público prioritário e estejam na escala de maior vulnerabilidade social. Assistência Social é direito de quem necessita, é preciso acabar com o assistencialismo e garantir a ampliação da comunicação acerca das ações desenvolvidas.

No dia 25, a partir das 9 horas, os gestores municipais de Assistência Social estarão reunidos na sede da AMAMS, para discutir o SUAS, em evento organizado pela AMAMS em parceria com o Conselho Regional de Psicologia de Minas Gerais. A secretária estadual Elizabeth Jucá chegará a Montes Claros às 10 horas, mas participará da reunião com os municípios a partir das 14 horas. (GA)