Acadêmico de Moc é premiado em concurso cultural do Ministério da Saúde e da UNESCO

O acadêmico do curso de Publicidade e Propaganda, das Faculdades Integradas Pitágoras (FIPMoc), Raphaell Lima, recebeu o prêmio de segundo lugar no 1º Concurso da Nova Arte da Camisinha do Ministério da Saúde através do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis e da UNESCO.

A premiação aconteceu em Curitiba durante o HepAids 2017, evento que reuniu o 11º Congresso Brasileiro de HIV/AIDS e o 4º Congresso Brasileiro de Hepatites Virais, entre os dias 26 e 29 de setembro.

O concurso, voltado para estudantes dos cursos Arquitetura, Design e Publicidade de todo o Brasil, tinha como objetivo eleger um novo design para a embalagem do preservativo masculino distribuído pelo Ministério da Saúde, associando uma nova estética a promoção dos Direitos Humanos.

Raphaell conta que todo o processo criativo, desde a concepção à criação da embalagem aconteceu no LAPP (Laboratório de Publicidade e Propaganda das FIPMoc), sob a orientação dos professores Andrea Amaral e Horácio Rangel.

“Fiz uma pesquisa sobre a estética das embalagens das marcas de preservativos atuantes no mercado e percebi certo preconceito em relação à embalagem dos preservativos do Governo”, comenta o estudante.

Segundo ele, a ideia surgiu depois de um estudo sobre Direitos Humanos e as questões gênero: “Meu objetivo é o de, por meio da arte, levar as dúvidas para o debate; tive o cuidado de simbolizar cada gênero, promovendo os direitos humanos”, conclui. (ASCOM – FIPMoc)