‘LETRAS ÁRIDAS’ | Estudantes preparam livro que vai narrar o norte-mineiro em poesias

Quatro estudantes montes-clarenses têm adequado seu cotidiano para a concepção do livro ‘Letras Áridas’ que, através de poesias e ilustrações, pretende retratar o sertão norte-mineiro e suas principais características, principalmente culturais. O grupo, formado por Andressa Helena Sampaio, Luiz Gustavo Rodrigues, Samuel Borges e Gustavo Beckhauser, falou à Gazeta esta semana. O livro deve ser lançado neste ano.

A trupe começou a se formar com o encontro dos ‘Gustavos’, Luiz e Beckhauser. Era início de 2018, quando ambos se conheceram e iniciaram os diálogos sobre a publicação de um livro juntos, a princípio, apenas os dois. Eles trocaram poesias, e o resultado da análise foi reciprocamente positivo. Não demorou e o potencial e o estilo de escrita de Andressa e Samuel os levaram ao projeto.

Em uma reunião realizada na Universidade Estadual de Montes Claros o grupo escolheu o tema a ser abordado: o sertão norte-mineiro e a perspectiva de cada um sobre a vida nessa realidade. Serão cerca de 80 poesias. Para tanto, os autores já têm uma coletânea razoável de textos, que, agora, passarão por um crivo interno, entre os próprios autores, para a seleção.

“Estamos tentando incorporar ao escopo do projeto outras representações de poesias, por meio de desenho, pintura. A ideia é demonstrar a poesia no livro por várias formas de representação e técnicas de expressão”, explicou Luiz.

Apesar de um tanto quanto distante, segundo os escritores, o lançamento do livro terá de superar também a questão financeira. A princípio, o grupo ainda planeja como captará recursos para que o ‘Letras Áridas’ chegue aos leitores. Em um segundo momento, os poetas pretendem utilizar meios de divulgação como a internet, por exemplo, para divulgar o trabalho. “Queremos trabalhar bastante com as redes sociais”, afirmou Andressa.

O alcance inicial do livro deve ser multiplicado, isso porque o grupo já tem contatos Juiz de Fora, onde deve também ocorrer o lançamento. Em Montes Claros, o lançamento terá ações específicas na próxima edição do Psiu Poético – maior evento de poesia do Brasil, que já chega ao 33º ano de existência; no Centro Cultural Hermes de Paula; escolas; intervenções em ambientes públicos, como praças, pontos de ônibus. “Estamos trabalhando a ideia de fazer uma divulgação mais livre e aberta”.