Operadoras portuguesas interessadas no mercado de jogos brasileiro

A legalização de jogos online no Brasil é uma das medidas mais aguardadas por seus jogadores e apostadores. Enquanto o processo avança, algumas operadoras portuguesas já manifestaram seu interesse em entrar no mercado de jogos regulado no Brasil. Saiba mais.

Ao longo de toda a sua campanha Jair Bolsonaro defendeu a regulação do mercado de jogos online, considerando que este mercado tinha um grande potencial para melhorar a situação financeira do país.
Sobre a mesa, desde sua eleição, têm estado inúmeras questões relacionadas com a forma como será feita a regulação dos jogos, sendo questionadas várias das questões de segurança relacionadas com a temática.
Com o jogo de cassino proibido há vários anos e um mercado com leis obsoletas, o Brasil não conta, ainda, com qualquer tipo de regulação face ao digital, o que cria lacunas que permitem que, no momento, várias entidades ilegais estejam a atuar no país.
A regulação dos jogos online poderá ser um contributo importante para os cofres do país e contribuirá, também, para garantir políticas de jogo mais seguras para todas as partes envolvidas no processo.
Com o mercado já regulado desde 2015, Portugal é um dos exemplos que o Brasil está seguindo. Durante o processo de discussão, pelo menos duas entidades portuguesas já demonstraram interesse em explorar a atividade também em solo brasileiro. Venha conhecê-las.

Estoril-Sol com interesse no mercado Brasileiro


Mário Assis Ferreira, o presidente da Estoril-Sol (marca que gere o Casino Estoril, em Portugal, e que atua também online sob a marca ESC Online) já prestou declarações sobre a intenção de entrar no mercado brasileiro de jogos, após a sua regularização.
O público brasileiro é importante para a empresa, já que os brasileiros representam uma parcela significativa dos jogadores que visitam os cassinos da Estoril-Sol.
O presidente desta marca revelou que, mediante a regulação e legalização dos jogos de azar e das apostas desportivas no Brasil, existe a intenção, por parte da marca, de tentar entrar no mercado online e, potencialmente, no mercado físico, sendo que se fala da eventual inauguração de um Casino-Resort no Brasil, nas cidades de São Paulo, Espirito Santo, Rio de Janeiro, ou nas regiões do Sul.

Bet.pt e o interesse em atuar no Brasil


Também a Bet Entertainment Technologies Limited demonstrou já interesse em entrar no mercado regulado de jogos no Brasil.
Esta operadora portuguesa gera marca Bet.pt, no mercado online português, tendo sido uma das primeiras empresas a conseguir a licença para atuar no país após a regulação aplicada em 2015.
A forte intenção de levar a sua atividade até solo brasileiro já motivou reuniões entre os responsáveis da marca e Waldir Marques, pessoa responsável pelos Prémios e Sorteios da Pasta.
Com a entrada no mercado brasileiro, esta marca tem a intenção de expandir e globalizar a sua atividade, explorando as apostas esportivas e os jogos de cassino online num país que acredita poder trazer lucros significativos para a marca, considerando o grande interesse do povo brasileiro por esse tipo de atividade.