Acadêmicos criam monitoramento em tempo real

Rastreador animal permitirá acompanhar os animais

Um rastreador e monitor veicular que alerta e mostra pelo telefone em tempo real quando o carro está sendo roubado; um rastreador de animais que fornece todas as informações e por fim um alerta sobre incêndios foram  algumas das novidades da Semana de Engenharia, onde acadêmicos da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros apresentaram na noite de sexta-feira as suas criações. Foram mais de 90 projetos apresentados. A superintendente Ângela Veloso explica que a Semana de Engenharia é um evento de caráter científico e tecnológico, para proporcionar a oportunidade de conexão das comunidades acadêmica e externa, facilitando a identificação de demandas regionais em tecnologia e a produção de novas tecnologias e pesquisas.

O rastreamento e monitoramento veicular de vídeo e dados em tempo real foi uma criação dos alunos do oitavo período do curso de Engenharia de Telecomunicações, que gastaram seis meses e mais R$ 800,00 para desenvolver o projeto. O equipamento instalado no carro, em pontos que nenhuma outra pessoa sabe onde está, aciona o celular do dono do carro se ocorrer alguma coisa errada. A partir dai passa a mostrar a imagem do que está acontecendo e ainda a mostrar todo deslocamento e ainda permite cortar a distancia o combustível.

A Positron já manifestou interesse pelo projeto. A criação foi dos alunos Álvaro Willian Vieira Junior, de Engenheiro Dolabela; David Carlos Martins, de Montes Claros; Glaysson Alves Soares, de São Francisco e Ronivaldo Aparecido de Carvalho, de Brasília de Minas, que esperam concluir todo projeto e viabiliza-lo em escala industrial. A criação ainda não foi patenteada, mas depois disso ocorrer, será ofertada ao mundo automobilístico, com esse valor caindo de forma considerável.

Outra criação apresentada foi o rastreamento animal via GPS, que difere das tecnologias existentes atualmente. Foram três meses de pesquisas, onde os acadêmicos Caio Breno, Felipe César, Higor Rocha Ribeiro, Lazaro Ferreira França, Mateus Otávio Siqueira Pereira e Pedro Henrique da Silva Mendes gastaram R$ 45,00 no equipamento e querem derrubar esse valor para até R$ 25,00, Com esse rastreador em GPS o dono do animal sabe a real localização dele a qualquer momento, assim como fornecer dados sobre o perfil de todo animal. Eles também querem propor isso para os donos de cães em Montes Claros.

Outro grupo de estudantes criou o Don´t Burn, onde permite informar em tempo real qualquer risco de incêndios em qualquer local, principalmente em parques florestais. O projeto começou em dezembro de 2015, quando o estudante João Victor Rodrigues, residente no bairro JK, ficou impressionado com a grande quantidade de agua levada pelos helicópteros para combater o incêndio no parque da Lapa Grande, em Montes Claros. Ele se juntou aos seus colegas Lincon Rafael Costa, Michaele David Durães e Alex Silveira Santos e criou o equipamento que tem sensores: de gás, fogo e temperatura, disparando o alarme imediato para quem estiver cadastrado.  Eles gastaram R$ 100,00 no projeto.

A Semana de Engenharia ocorreu na Escola Técnica