Estudo sobre combate a corrupção é premiado em congresso da USP

O estudo sobre “O Papel da Auditoria Independente no Combate à Corrupção”, do norte-mineiro Lucas Eduardo Araújo Paixão Seis, acadêmico do curso de Ciências Contábeis de uma instituição de ensino superior da cidade foi aprovado no Congresso USP de Controladoria e Contabilidade 2020, promovido pela Universidade de São Paulo, no período de 29 a 31 de julho e será apresentado no XX USP Internacional Conference In Accouting. Outros cincos trabalhos do Norte de Minas foram apresentados e aprovados no evento.  Por causa das medidas preventivas contra o novo coronavírus (Covid-19), o evento foi organizado pelo sistema online. Um trabalho foi aprovado para o Congresso Master e cinco monografias foram aprovadas para o Congresso de Iniciação Científica da USP.

Os outros trabalhos tiveram como tema “Controladoria no terceiro setor: desafios e perspectivas em uma organização do Norte de Minas”, de Jamila Nayara Antunes Santos; “Evolução dos indicadores econômico-financeiros e da precificação das ações da vale s.a. após o rompimento das barragens de Mariana e Brumadinho”, de Giovanna Santos Paiva;  “Matriz de saldos contábeis (msc): estudo do processo de implantação das novas informações para prestação de contas no setor público”, de  Maria Fernanda Murça Machado;  “Vestibular tradicional e Sisu: estudo comparativo em curso de Ciências Contábeis de uma universidade pública de Minas Gerais”, de Patrícia Morgana Alves Batista e  “A competitividade de mercado, Hedge e Hhedge Aaccounting: sob a ótica da teoria da contingência”, de  Lorena Ribeiro Guimarães.

O professor Carlos Renato Theóphilo, coordenador de Monografias do Curso de Ciências Contábeis da Unimontes, destaca que a expressiva aprovação dos trabalhos dos egressos resulta da formação científica da graduação e do trabalho realizado durante o desenvolvimento das monografias e após a defesa. No mês de fevereiro de 2020, dedicado no calendário oficial ao planejamento pelos departamentos, ele conduziu um grupo de alunos que foram orientados a converter as monografias em artigos e apoiados nas atividades de formatação e de submissão ao evento da USP.

Lucas Eduardo Araújo Paixão afirma que “Poder levar esta pesquisa ao Congresso USP tem sido uma experiência totalmente nova, diferente do que já havia experimentado. As contribuições feitas pelos avaliadores foram de grande valia e com certeza agregaram bastante valor à minha pesquisa. Além disso, ter a chance de apresentar esta pesquisa em um Congresso Internacional, que reúne profissionais e pesquisadores de diversos lugares, é, sem dúvida, uma excelente oportunidade para benchmarking e networking. Prova que valeu a pena todo o tempo e esforço despendido na pesquisa”, afirma Lucas.

Opinião semelhante é manifestada por Jamila Nayara Antunes, que também teve a monografia aprovada no XVII Congresso USP de Iniciação Científica em Contabilidade. “Ter um trabalho aprovado no Congresso USP é a concretização de um sonho distante. Quando nós, alunos, vivemos a graduação, desejamos concluir, colar grau e vencer a tão “temida” monografia. Nós damos o melhor a cada dia e, no meu caso, dediquei ao máximo a entregar uma excelente monografia e queria a aprovação para o congresso”, afirma Jamila.

“Percebemos que somos capazes, a partir do momento que se coloca dedicação, disciplina, comprometido e determinação. A aprovação vem como uma cereja no bolo, comprovando tudo que foi dedicado naquele trabalho. Por fim, ver o resultado é muito gratificante e contagiante. Espero que todos alunos acreditem que são capazes” , completa a egressa da Unimontes. O professor Igor Veloso Colares Batista, coordenador do Curso de Ciências Contábeis, destaca que “o sucesso da participação dos acadêmicos do curso de Ciências Contábeis no Congresso USP 2020 é, para nós, motivo de muito orgulho e reflete a ótima qualidade do curso na formação de novos profissionais tanto profissional quanto academicamente”. (GA)

os estudantes