Virada da educação agita alunos das escolas estaduais

A virada da educação na Escola Normal

As escolas estaduais do Norte de Minas realizam hoje, a partir das 7h30, a Virada da Educação 2017, que agitarão milhares de alunos, com uma diferença em relação aos anos anteriores: as atividades serão na própria escola. O evento é a culminância do projeto “Escola em Movimento”, no qual, durante toda semana, os alunos, professores, funcionários e diretores discutiram os resultados alcançados por cada escola. Na escola Professor Plinio Ribeiro, mais conhecida como Escola Normal, com 2.300 alunos e considerada a maior do Norte de Minas, os alunos construirão uma horta comunitária. Na escola Felício Pereira de Araújo, será lançado o projeto café com livro.

Na Escola Normal o diretor Danilo Silva Cordeiro explica que durante toda semana se discutiu a melhoria para a escola, quando os alunos indicaram desde avanços na infraestrutura e  da qualidade da aula em geral. Aprovaram a proposta de criação da Horta Comunitária e por isso, nesse sábado será realizada a obra, inclusive com a compostagem da área. Ontem foi realizada a reunião do Colegiado dos Líderes, onde cada sala tem um representante e culminou com a reativação do Grêmio Estudantil, que estava desativado. O referido grêmio abrigou personalidades ilustres, como Darcy Ribeiro e o deputado federal José da Conceição. Ainda hoje será realizado passeio ciclístico e os alunos vão pintar a escola, com peças artísticas.

Na Escola Felício Pereira de Araújo, o diretor Charles Gutemberg afirma que a novidade será o projeto “Coffee Book”, onde os alunos poderão ler livro em espaço onde será ofertado o café.  Ele afirmou que durante toda semana foi realizada a assembleia dos pais, para analisar o resultado do Proeb e as propostas para serem executadas em 2018.  Também, dentro da programação, teatro, show de música, exposição de poemas, sabedores do cerrado e oficina de matemática com jujuba.  O Dia da Virada também marca a discussão da Política de Educação Integral e Integrada em Minas Gerais e a continuidade da Campanha VEM, que consiste no chamamento e busca ativa de jovens em situação de evasão escolar.  

A Semana Escola em Movimento discutiu sobre os processos de avaliação externa e interna realizados por meio do Sistema Mineiro de Avaliação e Equidade da Educação Pública (Simave), analisar os resultados e planejar ações pedagógicas. O objetivo principal foi proporcionar um momento de diálogo, reflexão e planejamento coletivo, a fim de empreender ações para o desenvolvimento da Educação Integral e Integrada, contribuindo para a promoção do desenvolvimento integral dos estudantes. Essas ações devem ser concebidas como parte do currículo escolar, em diálogo com os diversos componentes curriculares, de modo que promovam o desenvolvendo das mais variadas habilidades e competências dos estudantes. (GA)