América cobra R$3,2 milhões na Justiça por venda de Richarlison

Richarlison já marcou dez gols em 25 jogos na Premier League 2019/2020 
Foto: AFP/PAUL ELLIS 

América moveu processo na Justiça contra o Corinthians cobrando R$3.240.611,08 referentes à negociação entre Fluminense e Watford, da Inglaterra, pelo atacante Richarlison. A ação foi ajuizada na última quinta-feira, 20 de fevereiro, na 30ª Vara Cível da Comarca de São Paulo. Ao Superesportes, o diretor jurídico do América, Henrique Saliba, explicou que a cobrança judicial foi feita por causa de uma pendência do Corinthians com o Fluminense pela compra dos direitos econômicos do volante Richard, em dezembro de 2018.

O dinheiro da venda de Richard precisaria ser depositado em uma conta judicial, já que o tricolor carioca ainda deve ao Coelho R$ 3,2 milhões da transferência de Richarlison para o Watford.

Entretanto, de acordo com Henrique Saliba, o Corinthians não pagou ao Fluminense por Richard, o que motivou o América a entrar com a ação. A quantia seria repassada à LM Sports, que agenciava a carreira de Richarlison.

O valor da contratação de Richard não foi divulgado pelo Timão, mas o América informou que é superior aos R$ 3,2 milhões reclamados pelo clube.

Após se destacar na Série B, com nove gols em 24 jogos, Richarlison foi vendido pelo América ao Fluminense em dezembro de 2015, por R$10 milhões. À época, o clube mineiro manteve 20% dos direitos econômicos do jogador.

Em julho de 2017, o Flu acertou a transferência do atacante para o Watford, por R$46 milhões. Por contrato, o América receberia R$ 9,2 milhões.

O tricolor se comprometeu a repassar o dinheiro ao Coelho de forma parcelada. A primeira prestação foi paga corretamente, enquanto o restante ficou pendente.

Em razão disso, o América processou o Fluminense e conseguiu bloqueio de R$7.223.438,44. A decisão de dezembro de 2018 foi do Juiz de Direito Átila Andrade de Castro, da 4ª Vara Cível da Comarca de Belo Horizonte. (Superesportes)