Dudamel diz que sente 'amargor' com a eliminação do Atlético

Dudamel gostou da atuação do Galo contra o Unión 
Foto: ALEXANDRE GUZANSHE 

O técnico Rafael Dudamel lamentou a eliminação do Atlético na Copa Sul-Americana. O time alvinegro venceu o Unión por 2 a 0, nesta quinta-feira, no Independência, mas não avançou porque perdeu o primeiro jogo na Argentina (3 a 0). Apesar disso, o comandante venezuelano disse ter esperança na evolução do time. "Depois dessa demonstração, não espero nada menos dos jogadores. E a cada dia, a cada jogo, vamos marcando uma evolução de cada jogador e uma evolução da equipe. Foi uma partida perigosa, de alto risco, de tudo ou nada. E tinha que apostar. Eu compartilhei com os jogadores, que entenderam a ideia. Ganhamos o jogo, mas não alcançamos a classificação", disse.
"Otero, Nathan, Arana vão tomando melhor forma. São jogadores que permitem a evolução da equipe. Então, hoje fico com o amargor da eliminação, mas com a esperança da evolução que teve o plantel", acrescentou Dudamel.
O Atlético começou o jogo pressionando o Unión. A estratégia deu resultado, e o Galo marcou dois gols logo no começo do jogo: Otero abriu o placar aos 15 minutos, e Hyoran ampliou aos 28’. Depois disso, o Galo criou boas oportunidades, mas não conseguiu marcar. No segundo tempo, o time perdeu o fôlego.
Para Dudamel, faltou melhor condição física para o Galo pressionar e fazer o terceiro gol, que levaria a decisão para os pênaltis. "Para este jogo, (a falta de preparo) foi determinante. Se a equipe toda está com 100% da preparação, poderia acontecer algo mais. Lamentavelmente, tivemos jogadores que não estavam em plenitude. Nos momentos determinantes, faltou essa gasolina extra para arrematar o jogo", destacou. (Superesportes)