Griezmann diz que 'saiu bem' do Atlético de Madrid

Griezmann minimizou polêmica em transferência do
Atlético para Barcelona

Foto: AFP

O atacante francês Antoine Griezmann está com a consciência tranquila após a sua polêmica transferência do Atlético de Madrid para o Barcelona - teve que pagar a cláusula de rescisão de contrato no valor de 120 milhões de euros (cerca de R$505 milhões). Nesta segunda-feira, em Tóquio, no Japão, na véspera do amistoso contra o Chelsea, o jogador afirmou que "saiu bem" do clube de Madri ao tentar fazer de tudo em campo.
"Fiz o meu melhor junto com o Cholo (técnico argentino Diego Simeone), os meus antigos colegas de equipe e o clube para acertar as coisas e sair bem do Atlético de Madrid. É uma questão deles, estou calmo e a única coisa que importa é começar a jogar com o Barça, que é o mais importante para mim", disse Griezmann, em entrevista coletiva.
"Me despedi bem dos jogadores, dos roupeiros, fisioterapeutas e de todas as pessoas, o que foi o mais importante", pontuou o atacante, que se disse estar consciente de que provavelmente será vaiado em sua próxima visita ao estádio Wanda Metropolitano, em Madri. "Faz parte do futebol. Eles gostavam muito de mim e quando alguém vai embora, pode doer", comentou.
Ainda sem o argentino Lionel Messi, o uruguaio Luis Suárez e o brasileiro Philippe Coutinho - todos ainda de férias por causa da participação na Copa América -, Griezmann é o principal nome do Barcelona na pré-temporada do clube no Japão. Depois do Chelsea, o time catalão enfrentará o Vissel Kobe, da primeira divisão japonesa, neste sábado.
"Se você perguntar aos torcedores, vão te dizer que querem os três títulos. E os jogadores e a diretoria também. Eu também. Temos time para ganhar tudo. É difícil, mas será necessário trabalhar para isso", finalizou Griezmann, falando de sua motivação para trocar o Atlético de Madrid pelo Barcelona. (SuperEsportes)