Jornal revela bronca de Leonardo em Neymar diante do elenco do Paris Saint-Germain

Neymar segue com o futuro indefinido no PSG

Ao que tudo indica, a relação entre Neymar e a diretoria do Paris Saint-Germain, principalmente com o compatriota Leonardo, está ganhando contornos insustentáveis. Isso porque, depois das declarações e críticas públicas sobre o atraso do atacante em uma semana na reapresentação prevista pelo clube, o diretor esportivo brasileiro cobrou o jogador diante do restante do elenco parisiense.
De acordo com o jornal Sport, o polêmico atraso, rechaçado pelo pai de Neymar, rendeu uma cobrança pública do diretor no vestiário do Centro de Treinamentos do PSG. A publicação afirma que Leonardo cobrou o atacante brasileiro "em alto tom" na frente de todo o elenco na última segunda-feira, quando o jogador apareceu pela primeira vez em Paris, uma semana depois da expectativa do clube.
O diário catalão ainda revela que a bronca em frente ao elenco foi uma decisão tomada por Leonardo, que preferiu a resolver a situação internamente. A estratégia faz parte da nova dinâmica de trabalho do dirigente brasileiro, que em sua apresentação corroborou o discurso do mandatário Nasser Al-Khelaifi, de que as cobranças seriam maiores a partir de então.
Com o futuro indefinido, Neymar ainda não estreou na pré-temporada do Paris. Até então, o clube fez dois amistosos, contra Dynamo Dresden e Nuremberg, e o brasileiro sequer foi relacionado para ambos. O técnico Thomas Tuchel, no entanto, minimizou a questão no último sábado e confirmou que pretende utilizar o atacante no próximo teste para a temporada.

Em meio às polêmicas no PSG, Neymar segue com seu nome veiculado junto ao Barcelona, que estaria disposto a envolver jogadores na negociação, e mais recentemente a Juventus. De acordo com o jornal espanhol Mundo Deportivo, o pai do atacante terá um encontro com Fabio Paratici, diretor do clube italiano, nos próximos dias a fim de tentar viabilizar um acordo. (SuperEsportes)