Lisca reforça respeito ao Paraná após confusão em vitória do América

Lisca cumpriu suspensão no último jogo do Coelho

O técnico Lisca se manifestou sobre uma confusão gerada após a vitória do América sobre o Paraná por 1 a 0, nessa quarta-feira, no Durival Britto, em Curitiba, pela nona rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Por meio das redes sociais, ele reforçou o respeito e a gratidão que tem pela equipe paranaense. “Sobre os acontecimentos ocorridos ontem na Vila Capanema, gostaria de reforçar o meu profundo respeito pelo Paraná Clube e a sua apaixonada torcida, que ama o clube e está sempre ao lado do time em todos os momentos. Em hipótese alguma falei o que foi colocado por profissionais que hoje lá estão após o fim do jogo. Jamais falaria qualquer coisa que atacasse a instituição, na qual nutro um carinho e uma gratidão enorme. Mesmo de longe, estarei sempre na torcida pelo sucesso do clube, que é e sempre será maior que qualquer pessoa”, escreveu. Após o apito final de jogo, Lisca desceu as arquibancadas comemorando o triunfo americano e foi em direção ao presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, para cumprimentá-lo. O dirigente, porém, não retribuiu o gesto. Na sequência, Lisca saiu festejando e Oliveira foi atrás dele para tirar satisfação. As imagens foram capturadas pelo SporTV. Há de se ressaltar que Lisca não esteve à frente do time no jogo dessa quarta-feira. Ele cumpriu suspensão e assistiu ao jogo da arquibancada do estádio. Os auxiliares Cauan de Almeida e Márcio Hahn comandaram o Coelho. Em 2017, Lisca deixou o comando do Paraná de forma conturbada. À época, o treinador foi acusado de promover um desentendimento interno. Lisca chegou ao Paraná em julho de 2017 para substituir Cristian de Souza. Ele comandou a equipe em oito jogos, com quatro vitórias, três empates e uma derrota. (Superesportes)