Messi perde a paciência com os gramados da Copa América: 'Todos são muito ruins'

AFP

Após a terceira partida disputada na Copa América com a camisa da Argentina, Lionel Messi perdeu a paciência com os gramados da competição continental, que está sendo realizada no Brasil, aumentando o coro de reclamações, que também foram feitas por Lionel Scaloni, treinador da sua seleção. 

"Todos os gramados em que jogamos são muito ruins. É muito difícil jogar, sempre necessita de algo para parar a bola", disse o capitão argentino após a vitória, deste domingo, sobre o Catar, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, por 2 a 0, resultado que classificou a sua equipe às quartas de final. 

O lance que deve ter incomodado bastante o camisa 10 argentino foi aos 27 minutos do segundo tempo. De Paul cruzou da esquerda e o craque tentou bater de primeira. Mas a bola quicou pouco antes e a finalização saiu totalmente errada. 

Antes do jogo na capital gaúcha, a Seleção Argentina se apresentou na Fonte Nova, em Salvador, na derrota para a Colômbia, e no Mineirão, no empate frente ao Paraguai. Nas quartas de final, contra a Venezuela, sexta-feira, às 16 horas, o craque vai ter a oportunidade de atuar no Maracanã.

Messi também revelou que atuou pressionado diante do Catar por causa da necessidade da vitória e o perigo da eliminação na competição, mas elogiou a postura da equipe no triunfo por 2 a 0. "Eu me senti bem, a equipe mostrou uma atitude muito boa, uma vontade e um compromisso como sempre. É difícil jogar assim, com a necessidade, a obrigação, com o medo de ficar fora." (SuperEsportes)