Psicóloga, 'mobilização especial' e Atibaia: Cruzeiro aposta no extracampo para mudar resultados

Ney Franco ao lado do presidente Sérgio Rodrigues e do diretor de
futebol Deivid durante treino na Toca da Raposa II
GUSTAVO ALEIXO/ CRUZEIRO

Sem poder registrar contratações em função de uma punição da Fifa, o Cruzeiro investirá esforços no extracampo para tentar mudar os resultados na Série B. Após mais uma derrota, desta vez por 2 a 1 para o Sampaio Corrêa, no Mineirão, o técnico Ney Franco revelou uma ‘mobilização especial’ para os próximos dois jogos.

Em novo confronto direto na parte de baixo da tabela, o Cruzeiro medirá forças com o Oeste, no próximo domingo, às 16h, na Arena Barueri. A preparação para esse jogo será realizada em Atibaia, outra cidade do interior de São Paulo. Além de tentar amenizar a pressão sobre o grupo, o clube busca campos melhores, uma vez que os da Toca da Raposa II estão “deploráveis”, segundo relato do presidente Sérgio Santos Rodrigues.

“A gente necessita, urgentemente, de uma sequência de jogos somando pontos. Não foi desta vez. Saímos frustrados. Já conversamos com a diretoria e teremos mobilização especial para os dois jogos contra Oeste e depois com Juventude em casa para finalmente acertar a equipe e ter uma sequência”, projetou Ney Franco.

“Depois do jogo do Oeste, temos a possibilidade de ficar fechado com o grupo em Belo Horizonte para fazer um trabalho diferenciado. Não só no aspecto técnico e tático, mas também um trabalho… Chegou uma psicóloga agora para trabalhar conosco, que é a Michelle. Vamos usar essa semana para mudar alguns conceitos de postura no dia a dia para conseguir a tão sonhada arrancada”, complementou.

Em Belo Horizonte, o Cruzeiro tem enfrentado protestos frequentes de seu torcedor. Nesta semana, um grupo com integrantes de organizadas chegou a invadir a Toca da Raposa II na tentativa de cobrar os jogadores. Nessa quarta-feira, durante a eleição que deu mais três anos de mandato a Sérgio, foram registrados novas manifestações. 

Com mais uma derrota - a sétima na Série B -, o Cruzeiro estacionou nos 11 pontos e foi ultrapassado pelo Sampaio Corrêa. A equipe celeste caiu para o 18º lugar e se afundou na zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Primeiro time fora do Z4, o Botafogo-SP tem 14 pontos. (Superesportes)