Recuperação não evolui como esperado, e Dedé, analisa nova cirurgia no joelho

Dedé está em recuperação de lesão no joelho
desde o segundo semestre de 2019 
Foto: VINNICIUS SILVA

O zagueiro Dedé, do Cruzeiro, poderá passar por uma nova cirurgia no joelho direito. Liberado pela diretoria celeste para buscar um novo clube, Dedé está no Rio de Janeiro fazendo trabalho de fisioterapia. O tratamento mais conservador, contudo, não tem evoluído como esperado.
Questionado nesta quarta-feira sobre essa possibilidade, o estafe do defensor, de 31 anos, disse que a decisão sobre nova cirurgia ainda não está tomada, mas admitiu que há chance de novo procedimento. No dia 23 de outubro do ano passado, o médico Sérgio Campolina realizou cirurgia para a retirada de um fragmento ósseo no joelho direito de Dedé, no hospital Lifecenter, em Belo Horizonte.
Segundo a versão divulgada pelo Cruzeiro, do ponto de vista clínico, Dedé não tinha nenhuma restrição para jogar, mas precisa tomar cuidados com os dois joelhos, que foram acometidos por lesões nos últimos anos.
Como o zagueiro ainda sente incômodo no joelho direito, uma nova cirurgia pode ser realizada.
Contratado em abril de 2013 com o auxílio de investidores, que pagaram R$ 14 milhões, Dedé disputou 188 jogos e marcou 15 gols pelo Cruzeiro. Por mais de três anos, o jogador enfrentou problemas de lesões nos dois joelhos.
Dedé não aceitou repactuar seu salário em consonância com as condições financeiras do Cruzeiro, que disputará a Série B em 2020. Até o momento, apenas Fábio, Edilson, Leo e Robinho concordaram com as condições apresentadas pelo clube. (Superesportes)