Reforço do Cruzeiro, Guilherme revela inspiração em Willian, campeão pelo clube

Guilherme, de 19 anos, foi apresentado pelo Cruzeiro nessa quarta 
 
Foto: GUSTAVO ALEIXO

Os oito gols de Gui Mendes na Série D de 2019 ajudaram o Ituano a subir para a terceira divisão do Campeonato Brasileiro. Graças ao bom futebol, o atacante ganhou notoriedade e foi observado pelo Cruzeiro, que o contratou por empréstimo até dezembro de 2021. Na entrevista de apresentação, Guilherme - como passa a ser chamado o jovem de 19 anos - prometeu trabalhar firme para dar alegrias ao torcedor. “É uma satisfação muito grande jogar num clube grandioso como o Cruzeiro. Fico muito feliz de estar aqui. Fui bem recebido, e espero dar alegrias ao torcedor cruzeirense”. Com 1,77m e 70 kg, Guilherme se descreveu como centroavante de bastante movimentação e boa finalização. “Sou aquele tipo de jogador que vai até o final, que tem gana de vencer. Isso é o principal”.

O atacante Willian, do Palmeiras, é uma de suas principais referências, sobretudo pelo período em que defendeu o Cruzeiro, de julho de 2013 a dezembro de 2016 - marcou 40 gols em 185 jogos e foi bicampeão brasileiro em 2013 e 2014.

A outra inspiração é o astro polonês Robert Lewandowski, segundo maior artilheiro da história do Bayern de Munique, com 240 gols em 284 jogos.

“No futebol brasileiro, tenho como referência o Willian Bigode. Puxa bastante as minhas características. Fez um grande ano aqui, né, jogou aqui. É uma referência para mim. E lá fora, Lewandowski”, destacou Guilherme.

No elenco comandado por Enderson Moreira, a concorrência tende a ser forte para o garoto recém-chegado do Ituano. Afinal, o boliviano Marcelo Moreno, titular absoluto, quer recuperar a condição de maior artilheiro estrangeiro do clube - é o segundo, com 45 gols, cinco a menos que o uruguaio Arrascaeta.

O jovem Thiago, de 19 anos, mostrou potencial em seu início como profissional ao fazer dois gols em cinco jogos. Já o também prata da casa Vinícius Popó, de 19, não conseguiu repetir no time principal o sucesso alcançado na base, quando anotou 135 tentos em 188 partidas - contando as categorias pré-infantil, infantil, juvenil e júnior.

Independentemente do cenário, Guilherme se concentra em colaborar com o Cruzeiro, seja no grupo profissional ou, em uma eventualidade, na equipe sub-20 treinada por Rogério Micale.

“Espero ajudar o Cruzeiro da melhor maneira possível, jogar o bom futebol que tenho mostrado e conseguir vitórias para esse clube que merece muito”. (Superesportes)