Agostinho Patrus e Antônio Anastásia discutem crise financeira do Estado

A dívida do Estado com a União e a crise financeira que levou o governo mineiro à falência serão tema do encontro entre o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Agostinho Patrus (PV), e o 1º-vice-presidente do Senado, Antônio Anastásia (PSDB-MG). Entre outros temas, na pauta do encontro estão a crise financeira e a dívida do Estado com a União. A ideia é a de que deputados estaduais e congressistas possam atuar juntos para ajudar o país a sair da crise.

 

Bolsonaro quer respostas da PF sobre atentado que sofreu

Do hospital Albert Einstein, o presidente Jair Bolsonaro, cobra respostas da Polícia Federal em relação ao atentado que sofreu durante a campanha eleitoral, em Juiz de Fora. Ele classificou o ocorrido como “ato terrorista” e pediu à polícia que “tenha uma solução para o caso nas próximas semanas”, de forma a indicar quem foram os “responsáveis por determinar” que Adélio Bispo, autor da facada, cometesse o ato. “Espero da nossa Polícia Federal, que nos orgulha a todos, que tenha uma solução para o nosso caso nas próximas semanas. Porque esse crime, essa tentativa de homicídio, esse ato terrorista não pode ficar impune”. A cobrança de Bolsonaro foi pela sua rede social, mas o recado está dado.

 

As garras de Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), não esconde mais as rusgas que tem com o principal articulador político do governo na Casa, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM). Apesar de os dois serem do mesmo partido, Maia acusa Lorenzoni de ter atuado em favor de outra candidatura. Após conquistar a reeleição, Maia não parece querer facilitar a vida do companheiro de partido, que terá muito trabalho para ajudar o governo a aprovar a reforma da Previdência e o projeto Anticorrupção e Anticrime defendido por Sérgio Moro.

 

Aparência de Gleisi Hoffmann mexe com a imaginação de internautas

A aparência de Gleisi Hoffmann virou motivo de vários comentários pelas redes sociais. Alguns falaram que ela era a cara do partido atualmente, outros postavam fotos da petista com o cabelo penteado e bem maquiada, onde se lia: “sem Bolsonaro” e na outra foto, com Gleisi descabelada, com a legenda: “com Bolsonaro”. Com ou sem piada, o PT chega aos seus 39 anos tendo que se reinventar. O partido, apesar de ter a maior bancada na Câmara dos Deputados, perdeu espaço nos estados e voltou à sua origem, de principal partido de oposição ao governo.

 

Ex-diretor da Globo Minas assume Secretaria de Cultura

Marcelo Matte assume a Secretaria de Cultura nesta semana. O ato de nomeação assinado pelo governador Romeu Zema foi publicado no Diário Oficial no final de semana e com isso o ex-diretor regional da TV Globo Minas assume a pasta, que acumula também o Turismo. A fusão das duas secretarias está prevista na reforma administrativa enviada pelo governo à Assembleia Legislativa. Além de Marcelo Matte, Zema também oficializou o nome de Mônica Bernardi para a vice-presidência da Fundação João Pinheiro.

 

Reforma administrativa passa para as comissões técnicas da AL

Os deputados estaduais mineiros começam a discutir nas comissões técnicas, o projeto de reforma administrativa apresentado pelo governador Romeu Zema. Pela proposta, ele pretende reduzir o número de Secretarias de 21 para 12, e com isso reduzir os gastos com custeio, manutenção e pessoal, em até R$1 bi ao final de seu governo. A expectativa é a de que a economia mensal seja de R$235 milhões. Nesta semana os líderes dos partidos e dos blocos parlamentares vão definir a formação das comissões para dar andamento aos trabalhos. O problema é que na outra semana a Assembleia começa a entrar no ritmo do Carnaval.