Governo reduz tarifa de importação de equipamentos médicos

O presidente da república e o Ministro da Economia

O Ministério da Economia zerou o imposto de importação para centenas de produtos, entre eles, equipamentos médicos, de informática e para a indústria. A informação foi destacada pelo presidente Jair Bolsonaro em publicação na sua conta pessoal no Twitter.

“Após zerar impostos de medicamentos que combatem AIDS e câncer, o Governo Bolsonaro, via @MinEconomia, faz o mesmo com centenas de produtos, entre eles, com equipamentos e produção médicos, exames, cirurgias oftalmológicas, informática e outros”, escreveu.

A Portaria Nº 2.024, de 12 de setembro de 2019, da Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia foi publicada na segunda-feira (16), no Diário Oficial da União e entra em vigor dois dias úteis a partir da data de publicação.

Também pelo Twitter, o Ministério da Economia informou que já foram zerados impostos de importação de 1.189 produtos. “Estamos trabalhando para baratear o custo de investimentos e facilitar o acesso dos brasileiros a bens que não são produzidos aqui. Já zeramos o imposto de importação de 1.189 produtos. Agora, damos mais um passo para incentivar o investimento e a modernização das nossas fábricas”, diz a publicação.

No início do mês de agosto, o governo também reduziu as tarifas de importação de 17 produtos como medicamentos para tratamento de câncer e HIV/Aids com o objetivo de reduzir o custo de produção das empresas instaladas no Brasil e o preço dos produtos para os consumidores. (Agência Brasil)

 

Parlamentar pede rodízio de água para não faltar no futuro

 

Devido à falta de chuva, a água começa a diminuir nos reservatórios e a água retirada do rio do Pacuí não tem sido suficiente para atender toda população de Montes Claros e pode vir a faltar para todos, o alerta foi feito pelo vereador, Edmilson Magalhães (PSDB), que lembrou que a solução seria o rodizio da água que assim todos teriam acesso ao liquido precioso. O parlamentar disse ainda que o maior reservaria da cidade que fica em Juramento está apenas com 25% da sua capacidade total. Se não houver rodizio, pode trazer problemas graves para a população, já que as chuvas normais só acontecem em final de Novembro e que todos tem que ter consciência. Deve-se usar a água com responsabilidade para não faltar, já que na zona rural esta faltando água até para o consumo humano.

 

Apenas simplificar o sistema não resolve carga de impostos, diz Maia

 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a reforma tributária não vai ser capaz de reduzir a carga de impostos no Brasil. Para ele, apenas o corte nas despesas públicas vai promover uma diminuição efetiva nos valores pagos pelos contribuintes. “Infelizmente, apenas simplificar o sistema não vai resolver o nosso problema da carga tributária muito alta”.