O Líder da Consciência Empresarial Humanizada

Iniciei este trabalho sem muita clareza sobre o tema “Quem são os nossos líderes no mundo novo?”. O objetivo do texto era ressaltar homens e mulheres inspiradores, aqueles que marcaram a história e transformaram as realidades de nosso planeta, nações e pessoas.

Durante o processo de pesquisa, me deparei com inúmeros empreendedores e empresários de sucesso. Foi necessário se fazer uma análise minuciosa de líderes, empreendedores, empresários e pessoas de muitas expressões.

Também considerei importante identificar e expor as características que estas pessoas possuem em comum. Indivíduos que sabem intimamente que: “O único dia fácil foi ontem” (Lema do United States Navy SEALs). Com esta citação, me inspirei.

Líderes estão sempre repletos de desafios, inovações e coragem. Pesquisando sobre a etimologia das palavras, descobri o real significado de “transformação”. A palavra “transformar” vem do latim transformare, ou seja, fazer mudar de forma ou de aspecto. Especificando ainda mais a palavra, temos: trans = através, formare = dar forma. Atitude importante e presente em vários líderes.

Outra relevante característica pode ser notada no filme "O Gladiador”. Tal atributo se mostra nítido e fundamental em contextos onde o jogo pode determinar a morte ou a vida de bravos guerreiros. Durante a película, a temática que julguei mais importante foi o comportamento do personagem principal, que na luta pela vida, alinhou o seu propósito com os desígnios de outros guerreiros para que assim fosse alcançado o bem comum –  gerou engajamento em uma missão que não tinha mais volta.

Propósito, engajamento, missão e exemplo. O líder pelo exemplo constrói resultados estruturados, uma cultura sólida e confiança. Possui comunicação transparente, criativa e que nem sempre se dá pela fala. No entanto, suas mensagens são assimiladas e percebidas com clareza.

Com estes elementos é possível traçar o perfil e evidenciar as características do “Líder da consciência empresarial humanizada”. Este que também atua na era digital – ambiente permeado pela competitividade e por uma quantidade maluca de informações e detalhes.

Nossos líderes sempre estão acompanhados por “times de alta performance” em busca de melhorias e conquistas contínuas. Em seu papel como líder, o tema desta redação, conduz pessoas unidas pelo mesmo ideal e que almejam ocupar o mesmo lugar em suas expectativas de liberdade, vida, família e comunidade.

A participação de todos é ativa. Líderes são independentes de cargos ou experiências. Sem rigidez, eles proporcionam um ambiente fluído e participativo. São abertos e construtores de novas experiências e soluções. O “líder guerreiro” também trabalha junto, põe a face à mostra quando é preciso e abre espaço para novos comandos.

Um líder não tem pensamentos fixos ou preconceitos, pois a evolução nessa nova era é construída através de ciclos de experimentações e aprendizagens. Estas que devem ser contínuas e compartilhadas.

A inteligência emocional, a expertise digital e a consciência humanizada terão foco nas relações interpessoais provenientes de todos os tempos. As palavras de ordem agora são: disponibilidade, consciência humanizada e bem-estar para todos.

Todos que estão ou estarão nestes novos tempos, devem estar atentos a fornecedores ágeis e competentes, times flutuantes, entregas mutantes e clientes parceiros!