Vereador acusa Copasa de vender água para caminhão Pipa revender para a população

Vereador Idelfonso Araújo (PMDB)

O vereador Idelfonso Araújo (PMDB) (foto) fez uma séria acusação contra a Copasa, que estaria vendendo água para os donos de caminhões Pipa, que revendem para o povo por até quatro vezes mais, num claro prejuízo para o povo, que, sem água, se vê obrigado a comprar água dos donos dos caminhões Pipa. Idelfonso pediu ao presidente da Câmara Municipal, Claudio Prates, que crie uma comissão de vereadores para apurar a sua denúncia, que, segundo ele, é muito grave. Disse também: “se faz rodízio de água de até uma semana em alguns bairros, dizendo que não tem água, então como é que tem água para vender?”; “Assim o consumidor paga duas vezes pela água e isso fere o direito do consumidor”. O vereador disse, ainda, que é preciso tomar medidas urgentes, pois “essa água dos caminhões pipa vai para os condomínios, que podem pagar, mas e os outros?”, indagou. Temer conduz pessoalmente votos dos parlamentares Temer está conduzindo pessoalmente as negociações com deputados para derrubar a denúncia da PGR. Tal como o comerciante que não tira a barriga do balcão, cuidando de cada venda e detalhe. Por seus votos na Câmara e declarações anteriores, por seu perfil político e ligações com Aécio, o que se espera do relator da nova denúncia contra Temer na CCJ, deputado Bonifácio Andrada, é um parecer bem favorável ao presidente. Um relatório pelo arquivamento da denúncia. Novos áudios animam defesa de Temer: “armação” Os novos áudios divulgados animaram o presidente Michel Temer e assessores no enfrentamento das denúncias. Destacados para ouvir várias vezes as gravações, assessores levaram a Temer a certeza de que o conteúdo reforça que os “meliantes” (como se referem a Joesley Batista e seus cúmplices) fizeram uma grande armação para destruir o presidente e, em troca, garantir a impunidade. O grupo de Joesley é investigado em seis operações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, como Lava Jato e Zelotes. Na avaliação do Planalto, os áudios mostram que autoridades do MPF foram manipuladas pelos delatores para fazer o que eles queriam. Lesa Pátria Por lei, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, só precisa se explicar para o ministro da Fazenda. Mas, ele deveria dar explicações também ao TCU e à opinião pública. Afinal, o erro na projeção da inflação serviu para manter os juros artificialmente elevados, aumentando os custos da dívida nacional: cada ponto na Selic drena mais de R$30 bilhões/ano do caixa público para o sistema financeiro. O erro do BC ainda inflou os orçamentos públicos, todos baseados em seus dados, dificultando o planejamento dos governos estaduais e municipais. “Cabeças Pretas” não tem votos para trocar relator Tucanos anti-Michel Temer, que o Planalto chama de “cabeças pretas”, reclamam do relator da segunda denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) porque não têm votos suficientes, na bancada, para reverter a escolha de Bonifácio de Andrada (PSDB-MG). Estimativas da oposição indicam que aumentou o número de deputados do PSDB que não vão apoiar a segunda denúncia da PGR contra o presidente. O nome do deputado Bonifácio Andrada era o preferido do presidente Michel Temer desde a primeira denúncia. Agora não deu outro. O presidente da CCJ da Câmara, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), listou três nomes para a função de relator. Acabou abrindo mão dos três.