Zema não deverá morar mesmo no Mangabeiras: Pampulha deverá ser seu destino

O governador Romeu Zema, ao que parece, já decidiu que vai morar na Pampulha, no bairro São Luiz. Com certeza a vizinhança ficará dividida. Por um lado, pode gostar, pois, certamente haverá aumento da segurança. Por outro ficará incomodada com a maior exposição que terá o então pacato bairro. Aliás, sobre a moradia do governador, teve gente que chegou a sugerir que ele alugasse o Palácio (que de palácio não tem nada) das Mangabeiras ideia que, parece, não prosperou, pois ninguém fala mais no assunto. Por falar em governo Zema, corria a informação de que hoje ele poderá anunciar o nome do Secretario do Desenvolvimento Econômico: o ex-vice-presidente do Grupo Gerdau, Manoel Vito.

 

Bolsonaro faz sua estreia no exterior depois de virar presidente

O presidente Jair Bolsonaro confirmou sua ida ao Fórum de Davos, que acontece entre os dias 22 e 25 deste mês em Genebra, na Suíça. Em seu primeiro teste no exterior, Bolsonaro vai falar de economia, mas desta vez, para não correr o risco de desafinar com o que pensa a econômica do governo, o presidente chega a Davos acompanhado do ministro Paulo Guedes que integra a comitiva presidencial junto com os ministros Onyx Lonrenzoni (Casa Civil) e Ernesto Araujo (Relações Exteriores). O Fórum de Davos já recebeu confirmações importantes de lideranças políticas e empresariais. Além de Bolsonaro, o vice-presidente chinês Wang Qishan e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já confirmaram sua presença.

 

Prefeitura licita construção do Posto de Saúde do Residencial Vitória

A Prefeitura de Montes Claros realizou a sessão de abertura do processo licitatório que vai contratar empresa para construir uma Unidade Básica de Saúde (Padrão I) que irá atender a população do Residencial Vitória, conjunto habitacional com mais de 1.100 imóveis localizado no Distrito Industrial da cidade. Inscreveram-se para participar da licitação quatro empresas: Cielo Serviços e Construções, de Belo Horizonte; Construtora Cosmos, Rocha Construções e Construtora Percam, todas de Montes Claros. A documentação apresentada pelas empresas no momento do credenciamento será agora analisada por uma equipe da Prefeitura, para definição de quais permanecerão no certame.

 

PT entra na disputa da composição da mesa

Nas conversas para a formação da nova mesa diretora da Assembleia Legislativa o PT está reivindicando a primeira secretaria, que tem a responsabilidade de gerir os recursos da Casa. O partido pretende indicar o nome de André Quintão para a vaga, que normalmente é destinada ao partido com a maior bancada. A escolha foi a contragosto do deputado Virgílio Guimarães. Por ele, o partido tinha condições até de brigar pela presidência do Legislativo, mas não conseguiu respaldo para a sua proposta. O deputado Agostinho Patrus, do PV, deve ser eleito presidente da Assembleia no início dos trabalhos, no dia primeiro de fevereiro. Antes do recesso parlamentar, os partidos já tinham acertado praticamente todos os cargos da mesa diretora.

 

Voto secreto na Câmara e Senado nas mãos de Toffoli

Os candidatos às presidências da Câmara e do Senado aguardam para até este domingo a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, sobre se a votação será secreta ou não. Para alguns analistas, a tendência é pela votação secreta, contrariando a determinação do ministro Marco Aurélio de Mello, em dezembro de 2018, para que a escolha para a presidência do Senado fosse aberta. A eleição para as duas casas será em fevereiro.

 

Desse jeito fica difícil acabar com a velha política

O filho do vice-presidente da República Hamilton Mourão, Antônio Hamilton Rossel Mourão, funcionário de carreira do Banco do Brasil, foi promovido para o cargo de assessor especial do recém empossado presidente do banco, Rubens Moraes. Com a promoção, o filho passa a ganhar mais que o pai. Antônio Hamilton passa a receber R$36,3 mil, enquanto o vice-presidente terá um salário de R$27,8 mil. Mourão pai justificou a promoção, afirmando: “Meu filho possui mérito e foi duramente perseguido por ser meu filho”. E ponto final.