“Burocracia emperra o desenvolvimento e pede mudanças”

Vereador Valdecy Contador
Foto: ASCOM/CÂMARA

A burocracia continua engessando a maquia administrativa do governo federal e impedindo o crescimento do Brasil, sendo que, anos atrás, o Governo Federal lançou a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da legalização de empresas e Negócios (Redesim), mas, até hoje, nada mudou na prática.

Segundo relatório do Banco Mundial, um empreendedor gasta 152 dias, no Brasil, para abrir e registrar uma empresa, enquanto nos Estados Unidos qualquer cidadão consegue fazer tudo isso em apenas seis dias. Em Minas Gerais, os órgãos estaduais simplificaram o processo de registro, mas os federais continuam emperrados pela burocracia.

O  vereador e Contador, Valdecy, disse que o governo de Minas tem dado o exemplo de como melhorar a vida do cidadão e facilitar o desenvolvimento e que o mesmo deve ser feito pelo governo federal, que já vem sinalizando em diminuir a burocracia, mas na prática isso ainda não aconteceu e vem gerando insatisfações no meio empresarial. Muitos empresários têm reclamado da excessiva burocracia e da demora em se conseguir um registro definitivo quando se precisa para estabelecer uma empresa que vai gerar emprego.

O parlamentar disse que a máquina administrativa federal é inchada, e difícil de gerenciar, tanto que lembrou que o presidente Bolsonaro determinou que o ministro da área econômica para buscar uma solução para os flagelados da seca, e chegou a ser anunciada uma reunião com alguns ministros para liberação de benefícios para a região, e nada aconteceu naquele momento.

Valdecy, afirmou que é preciso que a classe política se una em torno de um objetivo maior, que é melhorar o acesso do cidadão no momento de querer abrir uma empresa ou mesmo conquistar algum beneficio coletivo. Ele lembrou que o principal problema do governo federal é descaso no cumprimento das promessas feitas e num socorro mais presentes e tudo isso não acontece devido ao excesso de burocracia.

O presidente lembrou que a burocracia não é um mal desse governo apenas, mas no passado, já se chegou a ter um ministro da desburocratização, com Hélio Beltrão, e que também se enrolou na máquina administrativa e não conseguiu reduzir o número de pedido de papéis.