Câmara indica nome de Eva Cunegundes e Udilma Porto para instituições municipais de ensino

Eva Cunegundes
Foto: ASCOM/CÂMARA

A trajetória das Professoras Eva Cunegundes e Udilma Porto de Souza foram reconhecidas, durante a reunião ordinária da Câmara de Vereadores desta terça-feira. Os parlamentares aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei de número 04/2020, que denominou o educandário do Residencial Vitória com o nome da educadora, que revolucionou a forma de como ensinar português em Montes Claros. “Eva fez história e falecida em 24 de setembro de 2019. Mulher guerreira, exímia professora da língua portuguesa, participou ativamente da formação de milhares de alunos. Fez da educação a melhor forma de transformar a vidas. Motivou, ensinou e incentivou por mais de três décadas, gerações de estudantes. Respeitada e admirada, Eva sempre foi sabia nas palavras e na transmissão do conhecimento”, falou o Wilton Dias (PHS), proponente do Projeto de Lei.

Na mesma linha de aceitação, o Projeto de Lei 07/2020, da Vereadora Maria Helena Lopes (PPL), indicou o nome da Udilma Porto de Souza para o Cemei do Bairro Santo Amaro, que morreu em 02 de agosto do ano passado. “Udilma, em toda sua vida, teve uma trajetória exemplar, tanto em sua vida pessoal quanto profissional. Servidora pública que apresentou aptidão no nobre ato de ensinar, que se manteve até a idade adulta, quando expressou a vocação para discência direcionada ao público infantil. Por 30 anos se dedicou ao ensino municipal da cidade, lecionando com muito amor gerações de crianças que se tornaram cidadãos montes-clarenses”, falou Maria Helena.