Deputado Marcelo quer carro forte em pista exclusiva

Atendendo solicitação do Sindicato dos  Empregados nas Empresas de Transporte de Valores no Estado de Minas Gerais (SINTTRAV-MG), o deputado federal Marcelo Freitas (PSL-MG) apresentará na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados um projeto com a proposta para que os carros-fortes possam andar em pista exclusiva de ônibus nas cidades onde existe essa situação. Ele se reuniu com os dirigentes sindicais, em Belo Horizonte, quando discutiu o assunto. O deputado é delegado licenciado da Polícia Federal, que tem a função de fiscalizar a atividade dos vigilantes armados, formados em cursos credenciados pela corporação.

A direção do SINTTRAV-MG salienta que o deputado federal  Marcelo  Freitas (PSL-MG),  quando relator da reforma da previdência, apresentou proposta para manter a aposentadoria especial para todos os vigilantes. “Temos também um defensor, na Câmara, de toda nossa categoria, de mais de dois milhões de vigilantes formados e 700 mil em atividade no Brasil. A direção do SINTTRAV-MG reconhece a importância que o Deputado Marcelo Freitas deu ao longo do tempo. Foi relevante e preponderante para que a aposentadoria especial do vigilante fosse contemplada” – salienta a entidade.

O deputado  Marcelo de Freitas (PSL-MG)  convidou a direção do SINTTRAV-MG para integrar o  Grupo de Trabalho, para apresentar propostas para reestruturação do curso de formação de vigilantes no Brasil. A primeira reunião aconteceu na última quinta-feira, dia 17 de outubro. Preocupado em aperfeiçoar e dar mais valor aos profissionais de segurança privada no Brasil faz-se necessária a reestruturação do curso de formação de vigilantes, defasada há mais de 50 anos. Para se formar um vigilante no país, necessita apenas ser maior de 21 anos e ter cursado até a 4ª série do ensino fundamental, dentre outras exigências.

A reunião também contou com a participação de representantes da Associação Brasileira de Cursos de Formação e Aperfeiçoamento de Vigilantes (ABCFAV), escolas de formação de vigilantes, Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais, entre outros.
O Sindicato irá buscar sugestões junto a toda categoria e sindicatos de transporte de valores do Brasil para apresentar propostas de melhorias para o nosso segmento.

O SINTTAV foi criado no dia 19 de agosto de 2008, quando cerca de mil trabalhadores se reuniram no Circulo Operário, em Belo Horizonte, para realizar assembleia com intuito de criar um sindicato excluso para a categoria. E após a aprovação por unanimidade pelos trabalhadores presentes, foi criado o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Valores de Minas Gerais (SINTTRAV-MG). 
Na época, a luta foi vencida, e foi criando pela necessidade da categoria ter um sindicato específico, combativo, classista e que de fato, defenda os interesses dos trabalhadores.