Paulo Guedes nega estar inelegível

O deputado Paulo Guedes soltou nota de esclarecimento, ontem de manhã, para negar sua inelegibilidade para as eleições de 2018, respondendo assim a rumores divulgados nas redes sociais. Ele informa que no dia 3 de agosto do ano passado   o Tribunal de Justiça de Minas Gerais  revogou, por unanimidade de 3 votos a zero, a decisão da Justiça de Montes Claros, que o tinha condenado por supostas irregularidades na aplicação de recursos na Associação dos Vereadores da Área Mineira da Sudene (AVAMS). Segundo a nota, o TJMG manteve os direitos políticos do deputado Paulo Guedes e, portanto, essa informação de que ele estaria inelegível é falsa.

Na quarta-feira, as redes sociais foram inundadas com a informação de que Paulo Guedes estará inelegível, pois foi condenado em segunda instância e, mesmo recorrendo, o seu caso não será julgado a tempo das eleições desse ano. Na nota de resposta, Paulo Guedes informa que a sentença proferida pelos desembargadores da 8ª Câmara Cível do TJMG  é um documento público e pode ser acessado por qualquer pessoa. O deputado informa que sobre as pessoas mal intencionadas, que cometem o crime de publicar e compartilhar informações falsas, medidas judiciais serão tomadas e que segue seu trabalho, sempre pautado na ética, na transparência e na verdade. (GA)