Planalto isenta Sérgio Moro e deseja que ele ‘aguente o tranco’ até o fim

Avaliação é que mensagens só mostram mocinhos discutindo como colocar ladrões na cadeia. Ministros com gabinete no Palácio do Planalto afirmam que o governo está muito tranquilo em relação às consequências para o ministro Sérgio Moro (Justiça) da divulgação das mensagens roubadas de celulares ou do aplicativo Telegram. Afinal, as mensagens atribuídas ao então juiz e a força-tarefa da Lava Jato não passam de conversas entre mocinhos buscando a melhor forma de combater a corrupção e meter ladrões na cadeia. A torcida é que Moro “aguente o tranco” até o fim. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Ministros militares, também estreantes em política, reconhecem que é muito difícil ficar sujeito a “máquina de moer carne” chamada política. Sérgio Moro sempre viveu discretamente até que suas decisões na Lava Jato o transformaram em celebridade do bem, herói nacional. Nas ruas, com fé, todos os corpos de Cristo Bolsonaro parabeniza Conmebol por Brasil sediar Copa América. O temor é que Moro não queira mais para sua vida o turbilhão onde se meteu. Mas, fora da magistratura, não há melhor lugar para estar. Ao concluir seu período como ministro da Justiça, Sérgio Moro pode, se quiser virar ministro do Supremo ou advogado de tremendo sucesso