Sancionada lei que obriga bares e restaurantes ter cardápio em braile

Foto: ASCOM/CÂMARA
 

Na sua primeira legislatura, o vereador, Valcir Soares (PTB) apresentou um projeto de lei onde obrigada bares e restaurantes a ter cardápio em braile e mesmo sendo aprovado em plenário, nunca foi sancionado e agora nos mesmos moldes e exigências, o Chefe do Executivo, Humberto Souto (PPS) enviou o projeto que beneficia centenas de deficientes visuais e foi aprovado e sancionado. De acordo com o projeto, os bares, lanchonetes e restaurantes e estabelecimentos similares da cidade com forte de produtos e serviço local para consumo local ou com cardápio com lista de preços devem disponibilizar leitor de tela ou cardápio em braile ou aparelho sonoro.

Todos os cardápios devem ser atualizados sobre oferta de produto oferecida, bem como os produtos oferecidos. Os empresários do setor terão um prazo de 120 dias para adequar  a nova lei que será fiscalizada. Procurado por nossa reportagem o vereador, Rodrigo Cadeirante (REDE) que é deficiente físico e luta pela inclusão de todos que possuam algum tipo de deficiência, disse que esse projeto, não se importando o autor, ele aplaudiu e afirmou que é um projeto de grande alcance social; “eu sou um vereador que defende o povo e, todos os projetos que vier a casa beneficiando o povo, certamente terá o meu apoio e acredito de todos dessa Casa Legislativa, e não podemos esquecer que temos hoje 14%  da população que tem alguma deficiência física, seja, visual , auditiva ou física mesmo e fico feliz que o nosso Prefeito tem sido sensível para apresentar ou mesmo sancionar as leis que são aprovadas nessa Casa.”

Ao finalizar disse que hoje a Câmara Municipal tendo 23 parlamentares, há um espirito coletivo  onde o alvo é o povo de uma forma geral, e aprovam todos os projetos e requerimentos que ajudem a melhor as condições de vida da população de uma forma geral e afirmou estar feliz com mais um ato de inclusão. (VS)