“Sem esforço da classe política, não há melhoraria da condição de vida do cidadão”

Vereador Idelfonso Araújo
Foto: ASCOM/CÂMARA

O vereador Idelfonso Araújo (MDB) disse que Montes Claros só crescerá no momento em que as outras cidades próximas conseguirem se desenvolver e caminhar sozinhas em algumas áreas.

O parlamentar lembrou que, no momento em que os municípios próximos da cidade se acomodam e sempre buscam meios de resolver os seus problemas via Montes Claros, a cidade fica sobrecarregada e impedida de  crescer como deveria. Ele citou como exemplo a saúde. Segundo Idelfonso, Montes Claros tem uma população estimada em cerca de 500 mil habitantes e os hospitais e prontos socorros da cidade tem capacidade para atender a demanda com folga, mas acontece, segundo  o vereador, que a cidade atende cerca de um milhão e meio  de pessoas, que vêm de todo o Norte de Minas e Sul da Bahia. Com isso, o sistema de saúde que poderia estar sendo aperfeiçoado e melhorado, vive uma situação invertida e não cresce. No final, não consegue atender de forma satisfatória, nem os  montes-clarenses e nem mesmo os  pacientes que vem de fora.

“O caminho para resolver esse problema é todos lutarem conjuntamente para que cada município possa ter  aquilo que é necessário para desenvolver um  trabalho de melhoramento em todas  as áreas. Eu citei a saúde, mas isso vale para tudo e nós devemos nos unir para fazer com que o Norte de Minas ganhe estrutura para que cada município, na medida do possível, possa resolver os seus problemas mais simples, e ficando Montes Claros como uma solução final, no caso de terem problemas mais graves. Com isso, todos sairiam ganhando. Mas, para isso acontecer, primeiramente é preciso que todos se unam e lutem pelos mesmos projetos. Assim, nós teremos um povo mais satisfeito e um bom atendimento, especialmente nos principais problemas da população”.

Ao finalizar, Idelfonso disse que se todos lutarem pelos mesmos ideais, ficamos mais fortes e a voz do Norte de Minas ecoará mais longe e bem mais forte.