Vereadores aprovam projeto que contraria ordem judicial

Os vereadores montes-clarenses aprovaram, hoje de manhã, o Projeto de Lei  50/2017, que acaba com o quarto digito nos preços dos combustíveis de Montes Claros, em projeto de autoria do vereador Edmilson Magalhães com apoio da Associação Nacional dos Direitos dos Consumidores. Este projeto, no entanto, acaba contrariando a decisão judicial de 2003 do juiz Bruno Terra Dias, que determinou a venda do combustível com diferença de 0,05 para cada posto. a GAZETA alertou ao vereador Edmilson Magalhães sobre a decisão judicial, mas ele preferiu desconsiderar o assunto. O curioso é que os vereadores aprovaram o projeto em apenas seis minutos, sem maiores discussões. Os vereadores ainda reprovaram a emenda que tentava impedir o aumento para cima no arredondamento do valor.

Mais detalhes na edição de amanhã do Jornal Gazeta Norte Mineira, versões impressa e online. (Foto: Girleno Alencar)