Amams espera ajuda para pontes no Norte de Minas

O presidente da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS), Marcelo Felix, prefeito de Januária e o secretário-executivo Ronaldo Mota Dias participaram da posse do deputado Marcelo Álvaro como ministro do Turismo, em evento realizado na tarde de quarta-feira. Ele é o único mineiro a ocupar um ministério e tem fortes ligações com o Norte de Minas. Várias lideranças da região participaram da solenidade. O presidente Marcelo Felix fez questão de retribuir o apoio que recebeu do ministro Marcelo Álvaro, que gravou vídeo pedindo aos prefeitos do Norte de Minas para elegê-lo presidente da AMAMS.

A AMAMS acredita que a posse de Marcelo Álvaro abre as portas para viabilizar o turismo no Norte de Minas, retirando do papel algumas obras de infraestrutura, como as pontes sobre o rio São Francisco em Manga e São Francisco, com recursos do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), como ocorreu em 1995 com a ponte de Januária; a pavimentação da estrada que liga Pandeiros a Arinos e interliga Brasília com Januária; além do Vale do Peruaçu e vários outros atrativos turísticos do Norte de Minas. No ano de 1993, o Prodetur foi criado para a área da Sudene e viabilizou a ponte sobre o rio São Francisco.

No seu discurso, o ministro Álvaro Antônio explicou que o seu desafio é colocar o turismo no centro da agenda política e econômica do governo. A continuidade de ações e programas que vem gerando resultados, como o Prodetur +Turismo, visto eletrônico, concessões de parques naturais, também estão na agenda do novo titular da Pasta. No discurso de posse, o ministro ressaltou a importância do setor, como um vetor para geração de emprego, renda e desenvolvimento do país. Um dos seus desafios está de melhor aproveitar as vantagens comparativas do país, reduzir o custo Brasil, dar prosseguimento às ações de ampliação da conectividade aérea, melhorar o ambiente de negócios e incentivar o empreendedorismo com a redução da burocracia.