Amams participa das comissões Intergestoras de Saúde

 

A Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) participa nessa sexta-feira, dia 8 de fevereiro, de forma inédita, das duas reuniões da Comissão Intergestores Regional (CIR) e da Comissão Intergestores Regional Ampliada (CIRA), que ocorre no auditório do Hospital Universitário Clemente de Farias. O coordenador do Departamento de Saúde da AMAMS, Daniel Braga, acompanhará toda reunião, que tem extensa pauta, com destaque para o remanejamento da rede de Urgência do Norte de Minas, a ser apresentada pelo médico Dr. Versiane. Na história das entidades municipalistas é a primeira vez que a AMAMS participa dessa reunião.

A Comissão Intergestores é formada pelos secretários municipais, nomeados pelos prefeitos. Porém, a AMAMS deliberou por acompanhar os temas a serem discutidos para saber como poderá contribuir para melhor desempenho dos trabalhos. Daniel Braga tem a experiência de ter sido secretário municipal em Lagoa dos Patos, tendo participado de várias reuniões. Ele lembra que o presidente da AMAMS, Marcelo Felix, prefeito de Januária, é médico psiquiatra e quando foi sondado sobre a possibilidade do Departamento de Saúde participar desse tipo de reunião, deu pleno apoio e reforça o papel da entidade. A Superintendência Regional de Saúde foi sondada e deu aquiescência para a participação da AMAMS.

A Comissão Intergestores é uma instância de cogestão, com o objetivo de constituir um canal permanente e contínuo de negociação e decisão entre os gestores municipais e o estado para constituição de rede regionalizada, pactuando de forma consensual a definição das regras da gestão compartilhada do Sistema Único de Saúde – SUS e composta por representantes do Estado e de todos os secretários municipais de saúde da região.

Cabe às CIR a pactuação, organização e o funcionamento em nível regional das ações e serviços de saúde integrados na rede de atenção à saúde. Além disso, ainda cabe a CIR colaborar com a organização do SUS no Estado, para cumprir seus objetivos maiores, de aperfeiçoar a universalidade da saúde, garantir a integralidade da assistência e obter a equidade de acesso às ações e serviços de saúde entre as diferentes regiões do Estado.

Na 21ª reunião unificada a ser realizada nessa sexta-feira a pauta prevê a apresentação do Núcleo de Gestão Regional, tendo em vista que Denilson Paranhos assumiu a superintendência no dia 8 de janeiro. Depois a Área Temática de Vigilância em Saúde abordara os temas EpiSUS, PROMAVS – Avaliação e Arboviroses. Depois vem a discussão da Atenção Primária e 3º ciclo da Pactuação da Média e Alta Complexidade. O Núcleo de Redes de Atenção e Comitê de Mortalidade Materna e Infantil apresentará os dados. Por fim, na Pactuação o Núcleo de Regulação aborda o assunto e por fim, o Remanejamento de Urgência. (GA)