AMAMS propõe ampliação da parceria com o IFNMG

A Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) propôs ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Norte de Minas (IFNMG) a ampliação da parceria na área educacional para atender os municípios da região com a capacitação dos professores. A coordenadora do Departamento de Educação da AMAMS, Neiva de Jesus, fez a proposta na manhã dessa segunda-feira (12), durante a abertura do “Projeto capacitação em Metodologia Ativas para os Professores da Educação Básica”, que teve como novidade a apresentação da metodologia “Learning by Doing”, onde os professores aprendem com a prática da atividade.

O “Projeto capacitação em Metodologia Ativa para os Professores da Educação Básica” estará capacitando 150 professores de diversos municípios do Norte de Minas, durante três dias, sendo 50 professores por dia. Na abertura dos trabalhos, no auditório da AMAMS, o pró-reitor de Ensino do IFNMG, Ricardo Magalhães Cardoso, explicou que não existe nenhuma novidade nessa nova proposta do órgão, pois vale mesmo é colher a experiência de cada professor que está sendo capacitado. Ele salienta que não existe nenhuma proposta redentora. O pró-reitor enfatizou que é comum empresas particulares apresentarem pacotes mirabolantes da área educacional para os municípios, quando não surte o efeito desejado.

Ele salienta que o IFNMG é um órgão público, sem cobrar pelos seus trabalhos e se coloca a disposição, pois um dos seus compromissos é de viabilizar uma educação pública de qualidade. Os professores palestrantes, Edna Guimarães e Claudio Alexandre, reforçaram essa visão com o setor educacional. A coordenadora do Departamento de Educação da AMAMS, Neiva de Jesus explicou que esse Projeto capacitação em Metodologia Ativa para os Professores da Educação Básica foi o primeiro realizado entre a AMAMS e IFNMG, mas que existe interesse de ampliá-lo para outras áreas, como a educação inclusiva. Ela frisa que chegou o momento da educação deixar de ser coadjuvante e se tornar protagonista.

O Projeto capacitação em Metodologia Ativas para os Professores da Educação Básica tem como atrativo o fato de que no lugar de aulas teóricas sobre metodologias em sala de aula, o curso também é realizado em  ambiente descontraído, em uma carreta móvel do Instituto Federal, onde os professores aprendem fazendo e praticam sem medo de errar. Essa é a metodologia da oficina “Projeto capacitação em Metodologia Ativa para os Professores da Educação Básica”, que será realizada para os professores á partir desta segunda-feira (12) na AMAMS. Os encontros serão realizados durante três dias, 12,13 e 14 de Agosto. Sendo (2) dois períodos de (4) quatro horas cada um. Para cada turma serão aceitos até 25 participantes que alternarão entre a oficina do laboratório de carreta móvel e a oficina ministrada em sala de aula.